Um negócio online é um negócio inteiramente conduzido pela internet. Um negócio online pode incluir a venda de produtos e serviços, assim como soluções SaaS (Softwares As A Service, referente a softwares disponibilizados na internet).

Por que seu negócio precisa estar presente no ambiente online?

A crescente popularidade dos e-commerces é a razão número um para começar seu negócio online. De acordo com o Nasdaq, até 2040, os consumidores farão 95% das suas compras por meio da internet. Em 2020, o número de compradores digitais ao redor do mundo atingiu o número de 2 bilhões de pessoas.

Estar presente online aumenta a confiança no seu negócio - clientes se sentem mais confiantes quando eles podem se conectar com uma empresa com facilidade. Enquanto isso, a internet é crucial para ter um fácil acesso à uma marca. De acordo com uma pesquisa da Microsoft, a parcela de pessoas que preferem entrar em contato com negócios online está crescendo. Só em 2017, o número de clientes com mais de 35 anos usando canais das redes sociais para falar com as marcas duplicou.

O último ponto a se considerar, é que uma presença online te ajuda a construir relacionamentos fortalecidos e duradouros com seus clientes. De acordo com o relatório da KPMG, os clientes se mantêm leais à negócios se eles oferecerem um ótimo suporte ao cliente e experiências personalizadas.

Não é uma coincidência que os maiores negócios online são famosos por suas aspirações para manter conexões profundas com seus clientes. Na próxima parte, vamos observar os maiores negócios na internet.

Top 10 dos Negócios Online

O mundo online é um ambiente complexo que inclui tanto pequenas startups e negócios com capitalizações de mercado enormes. Aqui está o Top 10 das empresas online ao redor do mundo:

  1. Amazon – um varejista americano hospedado na internet, que oferece uma larga gama de produtos;
  2. Alphabet Inc. (Google) – uma gigante das buscas na internet, anúncios de busca, e outras ofertas online;
  3. Facebook – a rede social mais popular do mundo
  4. Tencent Holdings – uma gigante asiática e online, do ramo de tecnologia, mais conhecida pelo seu serviço de mensagem, o WeChat;
  5. Alibaba – uma gigante chinesa do e-commerce;
  6. Netflix – uma companhia americana de exibição de vídeos via streaming;
  7. Salesforce.com – o mais conhecido provedor de sistema de CRM;
  8. JD.com – uma companhia chinesa de e-commerce;
  9. Booking.com – uma companhia online de viagens que permite que usuários agendem reservas para restaurantes, hotéis, carros alugados, passagens de avião, safaris, cruzeiros, e outros serviços de viagem;
  10. Baidu – um mecanismo de busca chinês.

The market capitalization of top online businesses

Como você pode ver, os primeiros no ranking de rendimentos incluem sites de e-commerce, serviços multimídia, softwares B2B, mecanismos de busca, e por aí vaí. Isso significa que existe espaço online para quase qualquer tipo de produto ou serviço. Reflita sobre o nicho de negócio que você gostaria de participar - a próxima parte te dará algumas dicas sobre isso.

Ideias de Negócios Online

  • Vendas diretas
  • Assistência virtual
  • Loja Amazon FBA
  • Marketing de afiliados

Em dúvida sobre qual ideia escolher para seu negócio online? Para entender melhor, em primeiro lugar pense sobre seus pontos fortes e habilidades. Você pode aplicar a maior parte deles a um ambiente online. Por exemplo, se você estiver trabalhando como um gerente de recursos humanos por um tempo, você pode oferecer consultorias e a criação de currículos online.

Se você pensar com cuidado e ter criatividade, você deve encontrar uma saída até mesmo se o seu trabalho não for possível em um ambiente online. Vamos dizer que você é um contratante comum, e você precisa estar fisicamente em um local para realizar o seu trabalho. Nesse caso, você pode lançar um curso online para compartilhar seus segredos com colegas.

Se você se ater a essa abordagem, sua experiência e expertise vão trabalhar à seu favor. No entanto, se você quer um novo começo, confira ideias que nós escolhemos para você, destinadas à iniciantes.

Vendas diretas

As vendas diretas normalmente acontecem em casa, em um café, escritório, e por aí vaí. Isso é muito positivo para os negócios online. Muitas empresas se negam a manter um time de vendas interno e preferem delegar esse trabalho para terceiros. Você pode oferecer seus serviços como representante de vendas ou participar de uma empresa de marketing multinível, como a Avon.

Vantagens:

  • Um modelo de negócios promissor. De 2015-2018, as vendas diretas geraram uma taxa de crescimento anual de 1,7%. Essa tendência continua a aumentar em todo o mundo.
  • Relacionamentos consolidados com os clientes. Interações de um-para-um permitem que você ofereça experiências pessoais e mantenha os clientes engajados com a sua marca. Isso resulta em receitas sustentáveis para você.
  • Baixos investimentos. Tudo que você precisa para lançar seu negócio de vendas diretas é uma landing page e a transmissão de mensagens para seus potenciais parceiros.

Assistência virtual

Assistentes virtuais ajudam empreendedores, negócios, e executivos a organizarem seu trabalho. Agendamento de compromissos, serviços de execução, e tarefas básicas de marketing são as obrigações comuns de assistentes. A maior parte dessas tarefas podem ser realizadas online.

Vantagens:

  • Perfeito para iniciantes. Você não precisa de um conhecimento muito profundo para começar uma carreira como assistente virtual. Suas principais vantagens são ser organizado, dedicado, e com uma certa inteligência para marketing.
  • Oportunidades de crescimento. Conforme você aumenta sua expertise e sua reputação nessa área, você pode contratar e treinar outros assistentes para trabalharem abaixo de você.

Loja Amazon FBA

O e-commerce é um nicho atraente para começar seu negócio online. No entanto, manter sua loja na internet pode ser um trabalho bastante árduo. Considere se registrar no FBA para facilitar o envio, armazenamento, e atendimento ao cliente - a Amazon vai cuidar desses processos.

Vantagens:

  • Simplicidade. Você não precisa focar no marketing, nas finanças e nos assuntos legais, enquanto a Amazon realiza as tarefas do dia a dia.
  • Custo-benefício. A Amazon cobra uma taxa por seus serviços. Entretanto, ainda é mais barato do que entregar manualmente, armazenar, realizar trocas, e oferecer atendimento ao cliente de forma interna.
  • Um serviço incrível. Vamos encarar - a Amazon tem mais recursos para satisfazer seus clientes do que qualquer pequeno negócio pode possivelmente oferecer.

Marketing de afiliados

O marketing de afiliados permite que você receba receita por compartilhar um produto ou serviço no seu blog, rede social, lista de e-mails, e por aí vaí. Você vai receber uma comissão cada vez que um lead adquirido por você converter em um cliente. Para começar com o marketing de afiliados, faça parte de um programa de afiliados - muitas empresas, como o Shopify, Tripadvisor e a H&M, oferecem essa opção.

Vantagens:

  • Receita passiva. Colocando um banner no seu blog ou site uma única vez, você pode adquirir taxas de comissão para sempre.

Você vai encontrar algumas dicas de como encontrar seu nicho, em conjunto com um guia de como lançar seu negócio online. Leia o próximo trecho desse artigo para saber mais.

Como começar um negócio online

  1. Encontre um nicho
  2. Pesquise
  3. Entenda as leis para negócios online
  4. Escolha a melhor plataforma
  5. Direcione tráfego online
  6. Analise sua performance

Tocar um negócio é uma tarefa complexa que envolve diversos processos e ações. Para tornar isso mais claro, confira seis etapas essenciais listadas abaixo. Mantenha em mente que essa lista não é fácil, mas ela é importante no estágio inicial.

1. Encontre um nicho

A maior parte dos iniciantes em negócios online tentam entender melhor a ideia dos seus negócios. Se você não consegue se decidir sobre isso, aqui estão algumas táticas que você pode tentar:

  • Foque nos problemas que você enfrenta de tempos em tempos. Você já enfrentou problemas para encontrar um determinado produto ou serviço de qualidade? Ao invés de encarar como uma situação irritante, pense nisso como uma oportunidade de negócio. As pessoas ao seu redor também podem estar enfrentando os mesmos problemas e desejando pagar alguém para solucioná-los para eles, na forma de um produto ou serviço.
  • Faça uma pesquisa online. O Google pode te ajudar a encontrar problemas que o seu público quer solucionar. Para encontrá-los, faça uma pesquisa com palavras chave - descubra o que as pessoas estão buscando. O próximo passo é visitar fóruns em que os usuários compartilhem suas dificuldades - leia e tente encontrar uma maneira de resolver esses problemas.

Depois de seguir esses passos iniciais, você vai ter uma visão mais clara de qual nicho escolher. Sabendo disso, você pode brincar com os detalhes, como os produtos que você vai vender, sua proposta única de venda, e por aí vaí.

2. Pesquise

Quando você encontrar um nicho, você pode ficar animado e querer começar logo de cara. Evite precipitações - teste a ideia do seu negócio primeiro. Com esse intuito, você tem que estudar o mercado, os concorrentes, e o público-alvo.

Comece avaliando a viabilidade do mercado. Tente entender o quão prático é seu produto ou serviço e quais desafios você encontrará. Leve em consideração o máximo de detalhes possíveis.

Você aprendeu um pouco sobre seu mercado enquanto definia a ideia do seu negócio. Agora você pode testar um pouco - lance um site para checar a demanda pelo seu produto ou serviço. Também é uma ótima forma de ganhar algum tráfego e coletar pedidos de pré-venda antes de você abrir.

Lembre-se de observar seus concorrentes - uma análise atenta dos seus negócios te dá algumas dicas sobre sua proposta única de vedas, marketing, quais erros evitar, e por aí vaí. Faça uma lista completa dos seus rivais, incluindo todas as formas que seus clientes resolvem os problemas deles. Examine os sites, a experiência dos clientes, o posicionamento de mercado, políticas de precificação, e outros detalhes, com cuidado.

Por fim, identifique quem é seu público alvo - siga nosso guia para definí-los e alcançá-los. Para melhores resultados, combine estratégias do guia com outras formas de trabalho, como a abordagem JTBD (Jobs To Be Done, em inglês).

3. Entenda as leis para negócios online

Assuntos legais podem parecer a parte mais tediosa ao se lançar um negócio. No entanto, saber as leis para negócios online não apenas impede que a sua firma vá à falência, mas também te ajuda a conseguir benefícios adicionais.

Comece tendo uma ideia sobre o lado legal do e-commerce, lendo as regulações para negócios online. Em qualquer país que você esteja, a maior parte das leis ficam disponíveis online nos sites do governo ou associações para negócios locais. Por exemplo, os cidadãos estadunidenses podem olhar o site da Small Business Administration (SBA) para um resumo sobre as leis para negócios online.

Aprenda as obrigações relacionadas a impostos para negócios online. Examine com cuidado regimes e opções diferentes: algumas podem ser opções mais amenas que outras. Por último mas não menos importante, veja informações sobre deduções de impostos disponíveis para você.

4. Escolha a melhor plataforma

Construir seu site do zero com a ajuda de desenvolvedores ou agências especiais não é a única opção. Para encontrar a plataforma perfeita para seu negócio online, considere seu nicho, as necessidades do seu negócio, e os locais que o seu público alvo prefere.

Em alguns casos você nem precisa de um site. Por exemplo, se você é uma loja de artesanatos feitos à mão, você pode colocar seus produtos à venda pelo Instagram, Facebook ou Whatsapp. Essas três plataformas têm ferramentas para ajudar usuários a comprarem sem deixar a plataforma existente.

Outra opção é participar de marketplaces, como a Amazon, o Shopify, eBay, Aliexpress, ou outros. A principal vantagem dessa variante é uma menor concorrência - 68% dos compradores online vão diretamente para essas plataformas de e-commerce.

Se você optar pelo site próprio, você ainda pode reduzir o custo de lançá-lo - é só usar um criador de sites. Siga nosso guia sobre construtores de páginas na web para aprender mais sobre diferentes opções, recursos essenciais, e preços.

5. Direcione tráfego online

Seu negócio online precisa de tráfego, então pense em como direcioná-lo para a sua plataforma. Vamos olhar mais de perto diferentes tipos de negócio online na próxima parte deste artigo. Por agora, vamos discutir algumas regras adicionais.

Antes de mais nada, empregue o poder do networking. O boca a boca ainda é uma das formas mais efetivas de promover sua empresa. Compartilhe informações sobre o lançamento do seu negócio com seus amigos e família, antigos colegas, seguidores nas redes sociais, e por aí vaí. Esse movimento vai criar reconhecimento de marca e uma base de clientes pela primeira vez.

Se o seu negócio tem uma concepção diferente ou que afeta a vida social, você pode tentar entrar em contato com a mídia. Escreva um press release para revistas locais e sites. Inclua o nome da sua marca, sua missão, e propósito, e também um vislumbre sobre sua gama de produtos.

Representantes da mídia precisam frequentemente de comentários ou conhecimento para suas publicações - ajude-os e promova sua marca. Participe de serviços que coordenam jornalistas e pessoas que desejam compartilhar, como o Haro e o ProfNet.

6. Analise sua performance

Acompanhar sua performance é determinante para o sucesso do seu negócio. Se você monitora indicadores, você pode fazer mudanças sazonais para sua estratégia, definir novas direções para desenvolvimento, e melhorar seu modelo de negócio.

Aqui estão três grupos de indicadores chave de performance (KPIs, key performance indicators, em inglês) que você deve ficar de olho:

  • Dados de e-commerce te ajudam a entender a performance do seu site e da jornada do consumidor. Os indicadores mais comuns são o número de vendas, a taxa de conversão, e a bounce rate, ou taxa de rejeição.
  • Indicadores de sucesso do marketing te ajudam a avaliar seus esforços de marketing. Essas métricas vão variar de canal para canal. Por exemplo, a taxa de abertura e a taxa de cliques são importante para o e-mail marketing, posição média, para SEO, e o número de seguidores, para as redes sociais.
  • KPIs de negócios medem a performance geral do negócio e os resultados financeiros. Aqui estão alguns exemplos: customer lifetime value (valor vitalício dos clientes, em tradução livre), lucros brutos, margem média, e por aí vaí.

Aproveitar os dados dos indicadores chave de performance é quase impossível sem uma estratégia de marketing bem determinada. Vamos desvendar os canais mais efetivos para promoção do seu negócio online.

Como promover seu negócio online

  • SEO
  • Marketing de push para web
  • E-mail marketing
  • Marketing de chatbots
  • Marketing para Instagram
  • Marketing para WhatsApp

Felizmente, você pode ir por diversos caminhos diferentes quando se trata de promover seu negócio online. Aqui vamos observar alguns canais efetivos e boas práticas para te ajudar a chegar nos resultados desejados.

SEO

A otimização dos mecanismos de buscas (search engine optimization, em inglês), ou SEO, permite que seu site apareça nas primeiras posições da página de resultados dos mecanismos de busca. Seu raking nos resultados de busca é crucial para o sucesso do seu negócio online - a primeira página recebe 71,33% do total de cliques. Cerca de 70% dos profissionais de marketing dizem que o SEO é mais efetivo para direcionar o tráfego da web, cliques, e vendas do que anúncios do tipo pay-per-click, ou custo por clique.

Boas práticas para adotar:

  • Otimize para busca por mecanismo de voz. Cerca de 30% das pessoas usam a busca por mecanismo de voz, e esse número está crescendo. Para manter seu SEO perfeito, adapte seu conteúdo para perguntas completas de usuários.
  • Torne-se responsivo para celulares. Usuários de dispositivos móveis geram mais de metade do tráfego na internet ao redor do mundo. Para se conectar com essa audiência, faça com que seu site se adeque a telas de celular e otimize a velocidade de carregamento.
  • Empregue o marketing de redes sociais. As redes sociais, sozinhas, já são eficientes como um canal de marketing. Melhor ainda, esse tipo de marketing afeta positivamente seu SEO, já que ele direciona tráfego de qualidade para seu site e melhora fatores de ranqueamento, como tempo de página, taxa de rejeição, e por aí vaí.

A Nike mostra o exemplo perfeito de um trabalho de qualidade com o SEO. A marca de artigos esportivos aparece nas 3 primeiras posições na página de resultados exibida para o termo de busca “tênis de corrida”. De acordo com a Ahrefs, o site tem um alto racionamento de domínio (sub páginas) - 81 e mais de 35 mil backlinks.

Nike’s website in search results

Marketing de push para web

O marketing de push para a web é outro termo para anunciar por meio de notificações curtas em um navegador ou aplicativo de celular. Essa ferramenta é perfeito para manter seu público engajado com a marca e para movê-los pelo funil de vendas. De acordo com as estatísticas do SendPulse, os usuários se inscrevem para receber notificações em 44,32% do casos. A taxa média para as reações às notificações push para web é de 7,8%.

Boas práticas para adotar:

  • Brinque com a frequência e com o horário. O envio constante e sem horário definido de mensagens é a razão principal para o marketing de push para web não funcionar. Essas notificações irritam os destinatários ao invés de engajá-los. Tente enviar notificações menos de 5 vezes por dia e considere o fuso horário e o estilo de vida de cada usuário.
  • Segmente os inscritos. A segmentação funciona maravilhosamente com a eficiência do seu marketing - ela pode aumentar seu CTR em até 218%. Quando estiver dividindo seus inscritos em grupos, leve em consideração a linguagem do navegador, as preferências de inscrição, região, e o tipo de navegador.
  • Adicione multimídia. Imagens podem fazer a diferença para o marketing de push para web - grandes imagens chama mais atenção. Você pode usar multimídias para fisgar o leitor, afetar suas emoções, e adicionar alguns textos extras.

Nós criamos uma notificação com o SendPulse para impulsionar vendas e adicionar uma imagem que chame a atenção e um botão de call-to-action, ou CTA. Nossa ferramenta para o marketing de push para web permite que você segmente seu público e pré-visualize a notificação em diferentes navegadores.

Web push notification

E-mail marketing

O bom e velho e-mail marketing ainda é uma das formas mais efetivas de promover um negócio. Ele ajuda as marcas a nutrir leads, aumentar as vendas, melhorar a experiência dos clientes, e construir relacionamentos fortes com o público. Esse canal é efetivo no âmbito do ROI - empresas ganham US$ 42 para cada US$ 1 gasto com o e-mail marketing.

Boas práticas para adotar:

  • Personalize seus e-mails. A personalização é a rainha - personalizando sua linha de assunto, você pode obter uma taxa de abertura 50% maior. Para melhores resultados, considere ir além e personalizar seu corpo do e-mail.
  • Empregue novos formatos. Textos simples é um formato muito antigo - as pessoas preferem e-mails interativos. Você pode adicionar um pouco de interatividade com diferentes formatos de multimídia, como os sliders, GIFs, ou vídeos. Este último potencializa sua taxa de cliques em até 300%.
  • Automatize seus fluxos de e-mail. A automação de e-mails economiza muito tempo para donos de negócios online que são muito ocupados. Melhor ainda, ele te ajuda a manter conexões regulares com clientes e potencializa conversões.

Dê uma olhada no fluxo que nós criamos com a ferramenta de Automação 360 do SendPulse. Isso começa após um cliente em potencial abrir um e-mail de expiração da inscrição. Então, dependendo das ações do destinatário, o fluxo envia automaticamente novas mensagens e direciona o lead até a compra.

Automated email flow

Marketing de chatbots

O marketing de chatbot permite que os negócios adquiram, nutram, engagem, e atendam clientes com relativo baixo custo. Esse software, baseado em cenários pré determinados ou IA (Inteligência Artificial), pode cortar gastos operacionais em até 30%.

Boas práticas para adotar:

  • Crie uma persona para o chatbot. As pessoas são mais dispostas a interagirem com outras pessoas, então seu chatbot deve lembrar um humano. Para se dar bem, dê um nome ao seu chatbot, crie uma imagem, e pense no tom de voz e frases específicas.
  • Combine seu chatbot com o e-mail marketing. Juntos, esses canais reforçam um ao outro entregam resultados excepcionais. Por exemplo, você pode usar o chatbot para coletar emails ou segmentar inscritos.
  • Faça com que seu robô seja proativo. Um chatbot pode fazer mais do que simplesmente responder perguntas dos usuários. Utilizar seu bot para provocar conversas e enviar campanhas promocionais. Neste caso, você pode manter um cliente engajado durante mais tempo com a sua marca.

No exemplo abaixo, o simples chatbot criado com o SendPulse ajuda clientes a se inscreverem para campanhas de e-mail e conseguir consultas. Nosso serviço permite que você crie chatbots para o Facebook e para o Telegram sem qualquer conhecimento técnico prévio e gratuitamente.

Chatbot

Marketing para o Instagram

Com mais de 1 bilhão de usuários ativos, o Instagram é a segunda rede social mais popular. Esse canal é perfeito para interações entre negócio e cliente, já que 90% dos usuários seguem uma ou mais empresas.

Boas práticas para adotar:

  • Utilize os stories e destaques. Com essas opções, você pode vender seus produtos efetivamente. Cerca de 62% dos usuários dizem que os stories provocam seu interesse por um produto ou marca.
  • Utilize elementos interativos. Stories do Instagram têm enquetes, quizzes, desafios, perguntas, contagens regressivas, e outras ferramentas para aprofundar suas interações com seguidores. Usando eles, você pode fazer com que seu conteúdo seja mais memorável.
  • Lance uma loja no Instagram. Com essa ferramenta, você pode aumentar as vendas sem pagar nada.

Aqui está um exemplo do Instagram shop da Benefit cosmetics. A “vitrine” da empresa possui os produtos mais vendidos e os mais úteis.

Instagram promotion

Marketing para WhatsApp

O WhatsApp é a plataforma de mensagens mais popular no mundo, com 2 bilhões de usuários ativos por mês. Esse canal é perfeito para pequenos negócios graças às suas opções específicas, como catálogos de produtos, status, e por aí vaí.

Boas práticas para adotar:

  • Crie listas de transmissão. Essa funcionalidade permite que você segmente seus contatos e envie ofertas relevantes para cada grupo de inscritos.
  • Utilize os grupos. Essa ferramenta é perfeita por comunicações com grupos de clientes em potencial quando eles precisam tomar uma decisão juntos.
  • Crie um catálogo de produtos. Catálogos no WhatsApp lembram as lojas do Instagram.

Veja o exemplo de catálogo do WhatsApp abaixo. Ele permite que você envie certos itens por meio de mensagens ou compartilhe links para a exibição completa.

WhatsApp promotion

Uma vez que você aprendeu alguns dos melhores canais de marketing, teste cada um deles. Parte das estratégias listadas acima vão funcionar maravilhosamente para você, enquanto outra parte não causará impactos. A única maneira de encontrar as técnicas mais efetivas para a promoção do seu negócio é experimentando elas e se atendo às dicas que vamos compartilhar na próxima parte.

3 Dicas para um Negócio Online de sucesso

Lidar com um negócio online é uma tarefa complicada. Não é surpresa se você ficar desorientado de vez em quando. Deixe que as nossas dicas simples te guiem nesses tempos difíceis.

  1. Trabalhe no melhoramento das suas taxas de conversão. Trabalhar no melhoramento da taxa de conversão pode parecer muito árduo ou uma tarefa que consome muito tempo, mas evite riscar isso da sua lista. Para aumentar suas taxas de conversão, siga nosso guia fácil de entender sobre a otimização da taxa de conversão.
  2. Mantenha os dados dos clientes em segurança. Até mesmo lidar com negócios online tem sido difícil depois de vazamentos de dados de usuários. A aversão do público, nestes casos, é gigante, mas entendível - é o dever do negócio manter as informações dos clientes em segurança. Para evitar erros com os dados dos seus clientes, considere armazená-los em um sistema de CRM - a maior parte deles têm funcionalidades avançadas de segurança de dados. Para escolher a melhor opção para você, siga nossas dicas.
  3. Ofereça um ótimo serviço. Um serviço de alta qualidade é o que comanda a maior parte dos negócios, tanto online quanto offline. Cerca de 96% dos usuários acreditam que a qualidade do serviço influencia na sua lealdade à uma marca. Para se dar bem nesse quesito do seu negócio, se certifique de que seus representantes são amigáveis, rápidos, e proativos.

Nós descobrimos os pontos principais sobre lançar um negócio online, incluindo ideias, etapas essenciais, e canais de marketing. Para facilitar seu trabalho na promoção do seu negócio, tente o SendPulse. Nosso ecossistema de serviço permite que você lide com a sua estratégia de marketing sem muito esforço.

Pesquisado também com
Rate this article about "Negócio online "

User Rating: 0 / 5 (0)

Novo

Teste o SendPulse hoje gratuitamente

Se você tiver interesse em " O que é um Negócio Online - Guia ", talvez você também se interesse pelo nosso serviço de envio de e-mails em massa.