Marketing de comportamento é um conjunto de ações com o objetivo de promover e vender produtos baseadas nas interações do usuário com os anúncios da sua marca, seu site, e-mails, perfis nas redes sociais, chatbots, etc. Esses canais de marketing digital oferecem diferentes ferramentas para utilizar os padrões de comportamento das pessoas em benefício da sua empresa.

Você pode enriquecer sua estratégia de marketing por meio da coleta e análise de dados de comportamento, segmentando seu público, e implementando suas descobertas na sua futura comunicação. Vamos descobrir porque as marcas utilizam o comportamento do usuário em suas estratégias.

Porque o marketing de comportamento é importante?

  • Ele permite que você segmente melhor seus anúncios
  • Ele te ajuda a atrair mais leads quentes
  • Ele te ajuda a aumentar suas vendas
  • Ele te ajuda a estabelecer melhores relacionamentos com o seu público

Existem diversos motivos para manter o comportamento do usuário em vista para suas operações de marketing. Confira abaixo:

  • Ele permite que você segmente melhor seus anúncios. O Google Ads e o Facebook Ads foram projetados para te ajudar a promover sua marca e seus produtos e serviços. Essas gigantes da tecnologia coletam uma grande quantidade de dados pessoais e comportamentais para que você possa melhor segmentar seus anúncios para públicos interessados em suas ofertas.
  • Ele te ajuda a atrair mais leads quentes. Dados de comportamento podem te informar sobre o estágio em que um usuário se encontra na jornada do consumidor, suas preferências, e seus interesses. Com esses insights em mãos, você pode encontrar e atrair leads que estão mais propensos a comprar da sua empresa. Essa estratégia também requer menos esforço e investimento.
  • Ele te ajuda a aumentar as vendas. Marketing de comportamento permite que você exponha seu produto para um público interessado exatamente quando eles precisam dele. Seu time de vendas pode trabalhar de forma mais precisamente e alcançando melhores resultados se eles utilizam padrões de comportamento do usuário.
  • Ele te ajuda a estabelecer melhores relacionamentos com o seu público. O marketing de comportamento não é só sobre vendas e publicidade. A tecnologia também permite que você ofereça para seu público conteúdos mais relevantes. O comportamento do usuário te diz quem são seus clientes, para que você possa usar isso para dar às pessoas o que elas querem, quando elas mais precisam.

Vamos descobrir mais sobre o mecanismo que está por trás do marketing de comportamento.

Como o marketing de comportamento funciona?

  1. Coleta de dados e análise
  2. Segmentação do público
  3. Aplicando os dados

O Markeiting de comportamento funciona quando as três atividades seguintes estão integradas: coleta e análise de dados, segmentação de público, e aplicação dos dados. Dependendo do canal, essas três fases podem ocorrer. Vamos discutí-las em mais detalhes.

Fase 1: Coleta e análise de dados

Os dados utilizados para o marketing de comportamento podem vir de diversos canais, incluindo:

  • Redes sociais;
  • Mecanismos de busca;
  • Sites;
  • Aplicativos de celular;
  • E-mails;
  • Chatbots.

Hoje em dia, as plataformas de redes sociais, grandes varejistas online, serviços de e-mail em massa, e aplicativos de celular coletam dados de comportamento dos usuários. Por conta disso, os negócios podem usar esses dados para oferecer conteúdos mais relevantes e ofertas melhor segmentadas sem investir muito tempo e dinheiro para coletar informações de comportamento.

Fase 2: Segmentação do público

Essa é uma forma de dividir as pessoas em grupos que têm alguns padrões demográficos e de comportamento similares. Sem a segmentação do público, você só pode enviar uma mesma mensagem para todo o público.

Com alguns canais, como o Facebook Ads, esse processo é semi-automático. Isso significa que você só precisa escolher o público para que seu anúncio será exibido. Escolha interesses ou padrões de comportamento dos usuários e o algoritmo vai automaticamente segmentar seu público

O Google Analytics pode coletar dados sobre usuários do seu site, quanto tempo eles buscam na internet, e quais termos de busca eles utilizam. Com esses dados, eles podem segmentar sua exibição e segmentar novamente os anúncios com grande precisão.

Você pode facilmente segmentar seus inscritos baseado no seu engajamento com suas campanhas de e-mail marketing. Você pode enviar e-mails especificamente para usuários que nunca compraram com a sua marca ou com aqueles que compraram produtos no último mês, entregando mensagens diferentes para esses públicos.

Fase 3: Aplicando os dados

Na última fase, você precisa criar anúncios, e-mails, ou outras mensagens baseados nos insights que você ganhou sobre seu público. Vamos ver alguns exemplos sobre como as marcas aplicam os dados de comportamento para beneficiar seus negócios.

Exemplos de Marketing de Comportamento

  • Facebook Ads
  • Google Search e anúncios Display
  • Email Marketing
  • Chatbots

Vamos explorar alguns exemplos brilhantes sobre o uso do dados de comportamento nas redes sociais, mecanismos de busca, e-mails, e chatbots.

Facebook Ads

Segmentar é o que faz o Facebook Ads é tão efetiva. A empresa Muscle Road direcionou sua audiência para homens entre 18 e 40 anos, residentes da Califórnia, que têm interesse em bodybuilding. Esse anúncio foi projetado para promover a página no Facebook e atrair locais para a academia.

Google Search e Anúncios Display

O Google coleta muitos dados de comportamento sobre os usuários, o que permite que as empresas criem anúncios segmentados efetivos. Quando usuários buscam alguma coisa no Google como “iPad da apple”, eles verão os anúncios de shopping antes, como na captura de tela abaixo.

Google shopping ad

Se eles clicarem nesses anúncios mas não comprarem, talvez eles possam ver anúncios de display dessas lojas em alguns sites de notícia e entretenimento. Esse tipo de anúncio relembram os usuários que eles quiseram comprar um iPad, e eles ficaram mais propensos a fazerem uma decisão emocional.

E-mail Marketing

Você pode enviar e-mails automáticos de acordo com as atividades do usuário. Por exemplo, e-mails de carrinho abandonado são acionados quando um usuário não finaliza uma compra. Isso ajuda os profissionais de marketing a encorajar usuários a retornarem e continuarem comprando. Confira um e-mail desse tipo da Adidas.

Abandoned cart email from Adidas

Você também pode enviar e-mails de reativação para usuários que não abriram seus e-mails a algum tempo. Aqui está um exemplo simples e inteligente da empresa GrowthHacks.

Reactivation email from GrowthRocks

Você pode estabelecer e-mails automatizados como esses na ferramenta de Automação 360 do SendPulse seguindo os seguintes passos:

  1. Registre-se com o SendPulse;
  2. Crie um evento e envie-o a partir do seu site;
  3. Crie um template;
  4. Crie um fluxo de trabalho para os e-mails.

Aqui está como uma sequência de e-mails de carrinho abandonado: o e-mail inicial é enviado uma hora após o abandonamento do carrinho. Se um usuário ainda assim não completou o pedido, outro lembrete é enviado em 24 horas. O último e-mail é enviado depois de 24 horas do anterior, e ele oferece um desconto de 15%. No caso de um usuário realizar uma compra, eles recebem um e-mail de agradecimento com os detalhes do pedido e a data de entrega prevista.

Quanto mais você se comunica com seus inscritos, mais informações você pode aprender sobre seu comportamento, nível de engajamento, e demográficos. Baseados nesses insights, você pode identificar quais tipos de conteúdos são mais adequados para usuários específicos.

Aqui está um exemplo de um e-mail personalizado baseado na localização que o usuário logou em sua conta. Essas duas versões foram construídas em um único template mas tem diferentes ofertas para atender aos usuários de diferentes zonas climáticas.

Brooks segmented email

Chatbots

Os Chatbots no Facebook e no Telegram podem te ajudar a segmentar usuários baseados nas suas respostas e perguntas durante uma conversa. Ter dados sobre o que eles querem comprar, ou o que eles gostam ajudam a fazer um acompanhamento com conteúdos e ofertas relevantes nas próprias mensagens pessoais dos usuários.

O chatbot abaixo ajuda os usuários a escolherem as melhores opções disponíveis e reservas tickets. A empresa pode utilizar essas informações para criar anúncios segmentados e conteúdos no futuro.

Vamos finalizar esse guia com alguns conselhos.

4 Boas práticas para ser bem sucedido no Marketing de Comportamento

  1. Explique como você usa os dados das pessoas
  2. Peça os dados ao usuário
  3. Analise os resultados e teste novas táticas
  4. Não exagere na segmentação

Nós coletamos algumas dicas adicionais para melhorar sua estratégia de marketing de comportamento. Confira:

  1. Explique como você usa os dados das pessoas. Tudo bem usar dados de comportamento, mas alguns usuários podem achar estranho que você saiba exatamente o que eles querem comprar. Para evitar qualquer problema, convide os novos visitantes do seu site a checarem seu cookie e páginas de política de privacidade.
  2. Peça os dados ao usuário. Você pode pedir aos usuários para mais informações usando pesquisas e coletando feedbacks.
  3. Analise os resultados e teste novas táticas. Use o Google Analytics e monitore estatísticas de e-mail marketing para entender melhor quais dados de comportamento trazem dinheiro para seu negócio.
  4. Não exagere na segmentação. Se você dividir seu público em mini segmentos, apenas algumas pessoas vão atender ao seu critério. Foque em oferecer valor em primeiro lugar, e use a segmentação apenas como uma de muitas ferramentas para atingir esse objetivo.

Parabéns, você aprendeu a base do marketing de comportamento, e você sabe como utilizar dados para melhorar sua comunicação e sua publicidade.

Pesquisado também com
Rate this article about "Marketing comportamental"

User Rating: 0 / 5 (0)

Teste o SendPulse hoje gratuitamente

Se você tiver interesse em "O que é o Marketing de Comportamento? - Guia", talvez você também se interesse pelo nosso serviço de envio de e-mails em massa.