Marketing e vendas   Ferramentas úteis para profissionais de m

Como lucrar com o web push!

Leitura de 3 min

Como lucrar com o web push!

O web push é uma estratégia de marketing que tem conquistado espaço e gerado resultados cada vez mais satisfatórios. Afinal, através de notificações personalizadas em navegadores e aplicativos é possível divulgar novos conteúdos, alertar sobre promoções e descontos, promover produtos e serviços e informar detalhes sobre solicitações e pedidos.

Com tantas funções, é natural que as organizações queiram usá-lo deliberadamente. Por isso, existem boas práticas na hora de aplicar essa estratégia, para não acabar incomodando e irritando o consumidor. Além disso, é possível ganhar dinheiro com essas notificações. Venha saber mais!

Tipos de Web Push

Existem alguns tipos de notificações push, são elas:

  • Transacionais: Usadas para notificar alguma confirmação importante, como de compra, envio ou entrega.
  • Educacionais: Podem divulgar conteúdos novos e relevantes, assim como trazer informações sobre a empresa, produtos e serviços. 
  • Promocionais: Promovem descontos, liquidações, produtos com baixo estoque e etcetera. Onde se aplica o gatilho mental da escassez e ocorrem a maior parte das conversões.
  • Relacionamento: Através delas é possível aproximar a comunicação com os clientes e fidelizá-los. Podem agradecer pela visita ou compra, incentivar o consumo, lembrar de um carrinho abandonado, indicar funcionalidades do site e muito mais. 

Boas Práticas

    1. Planeje a sua estratégia.

É importante pensar para qual estratégia o push será usado: atrair e alimentar leads, divulgar promoções, aproximar o relacionamento com os clientes, ou para vendas. Claro que ele pode desempenhar mais de uma função, mas é necessário ter um objetivo claro na hora de colocá-lo em prática.

   2. Escolha um bom horário.

Dê preferência a enviar as notificações em dias úteis e durante o horário comercial. O consumidor, em geral, não quer ser “pertubado” em momentos de descanso e lazer, por isso evite enviar mensagens à noite e aos finais de semana e feriados. Pesquisas apontam que a maior taxa de abertura ocorre no período entre terça e sexta-feira. 

 3. Tome cuidado com a frequência.

Notificações em excesso, de qualquer tipo, costumam irritar o público. Segundo pesquisas, os consumidores acham exagerado enviar mais de cinco por dia. Ainda mais, no caso dos smartphones, o número é ainda menor, uma notificação é considerado o ideal. Por isso, planeje bem qual será a frequência em que elas serão postadas. 

 4. Aposte na parte visual.

Elementos visuais têm maior aceitação e geram mais cliques. Abuse das chamadas “notificações ricas”, que fazem uso de imagens, vídeos e elementos interativos, para obter ainda mais resultados. 

 5. Cuidado para não ser agressivo.

Por serem curtas e chamativas é natural pensarmos que as notificações precisam ter pontos de exclamações, verbos no imperativo e caixa alta, mas o uso desses elementos em excesso podem gerar a impressão de agressividade. O ideal é que elas cativem o público de maneira natural, isso acaba os levando a conversão. 

  6. Abuse da personalização.

O push permite segmentação, então aproveite para enviar mensagens personalizadas. Um dos maiores desejos dos consumidores é se sentir especial e único, envie notificações que despertem isso. 

  7. Aproveite os resultados para fazer ajustes.

Através dos números de cliques, conversões e outros dados fornecidos pelo web push, é possível ver quais estratégias não estão funcionando, encontrar o problema e ajustá-las. 

Como ganhar dinheiro com o web push

Através de anúncios, as empresas conseguem monetizar as notificações push. Para isso, é necessário ativar o sistema publicitário e escolher para quais sites elas serão entregues. Além disso, a organização deve configurar a frequência em que estes anúncios serão publicados, lembrando sempre de aplicar as boas práticas. 

Depois, é só enviá-los. Há duas maneiras principais de ganhar dinheiro com eles: o modelo CPC, custo por clique, onde o anunciante paga a cada link clicado, ou o CPM, custo por mil cliques, onde ele paga a cada mil visualizações. Mas é importante prestar atenção nos seus conteúdos para que a marca não se associe a algo negativo e prejudique sua reputação.

Para isso, existem alguns filtros especializados para verificar a qualidade dos anúncios antes de publicá-los. A SendPulse, ferramenta de automação de Marketing Digital, aplica o web push e configura todas essas funções, da melhor maneira possível, gerando ótimos resultados nas organizações. 

Planejando bem a estratégia e fazendo uso das boas práticas, é possível atrair leads e encantar diversos clientes com o web push, além da possibilidade de ganhar dinheiro através de anúncios. Por isso, ele vem conquistando cada vez mais usuários e se tornando o queridinho dentre as estratégias de marketing. E aí se inspirou para aplicá-lo no seu negócio? Queremos saber tudo sobre a sua experiência com esta ferramenta! Aprenda tudo sobre as melhores práticas de marketing e vendas no nosso canal do Telegram

 

Posts por categoria