6 empresas que implantaram a extensão da marca em seus negócios!

extensão da marcaMarketingMarketing Digital

Muitas vezes para que uma marca consiga crescer e conquistar novas pessoas é necessário ampliar seus horizontes, não é mesmo? E uma das estratégias mais interessantes nesse caminho é realizar a extensão da marca.

Com essa técnica é possível entrar em novos nichos de mercado e ampliar ainda mais a sua empresa. Quer saber um pouco mais como funciona a extensão da marca e se inspirar com alguns exemplos de grandes empresas que a utilizaram? Confira a seguir!

O que é extensão da marca?

Extensão da marca é uma estratégia em que uma empresa cria uma nova categoria de produto sob sua marca bem conhecida. Ela ajuda a lançar novos produtos com facilidade, obter maior lucro, reduzir os custos necessários para lançar um novo negócio e atender às necessidades e desejos dos clientes.

Por que a extensão da marca é importante?

Um mercado cada vez mais competitivo torna impossível para uma empresa ficar à frente se não apresentar algo novo para seu público-alvo. Para aumentar a participação no mercado, tornar-se mais inovador e criar uma nova categoria de produtos, os empreendedores consideram uma extensão da marca. Ela é uma etapa crítica que ajuda a impulsionar os negócios e envolver novos leads.

As empresas pesquisam para descobrir os novos desejos e necessidades de seus clientes em potencial para que possam criar um produto que satisfaça os requisitos. Para implementar essa técnica com sucesso, as marcas estudam e analisam as novas tendências. Posteriormente, eles se esforçam para criar um produto necessário que será vendido mais facilmente sob o nome de uma empresa estabelecida.

O processo traz diversos benefícios para as empresas. Elas obtêm uma imagem de marca aumentada, economizam fundos no desenvolvimento de uma nova marca, usam os custos de promoção de forma eficiente e ganham mais receita.

Com a ajuda da extensão da marca, as empresas apresentam produtos que são aceitos pelos clientes. Hoje em dia, a estratégia é popular porque as empresas podem avaliar suas oportunidades em novas categorias de produtos, descobrir o quão relevantes e atraentes são suas marcas e definir os requisitos de recursos.

Quais são as vantagens da extensão da marca?

É importante notar que a extensão da marca ajuda a expandir seus negócios de várias maneiras. Como o número de concorrentes no mercado não para de crescer, a marca deve preparar várias estratégias para se manter à frente.

Para obter receita, as empresas criam novos produtos, fornecem uma melhor experiência ao cliente, apresentam algumas inovações ou novos serviços. Quando você decide estender sua empresa e criar um produto ou serviço, ele pode estar relacionado ou não ao negócio em que você está. As marcas costumam aproveitar a extensão da marca porque:

  • Ajuda a lançar novos produtos em novas categorias com mais facilidade;
  • Permite que as marcas atendam às necessidades e desejos dos clientes;
  • Permite que as empresas recebam receitas maiores;
  • Reduz os custos necessários para gastar ao lançar uma nova empresa e desenvolvê-la;
  • Incentiva os clientes a experimentar um novo produto de uma marca amada e confiável;
  • Reduz os riscos dos clientes porque eles podem comprar produtos diferentes de marcas confiáveis ​​estabelecidas;
  • Ajuda a gastar custos em anúncios e promoção de forma eficiente;
  • Melhora a imagem geral da marca;
  • Oferece aos consumidores uma maior variedade de produtos;
  • Permite que as marcas atraiam mais leads;
  • Ajuda a reviver uma empresa.

Tipos de extensão da marca

A extensão da marca pode acontecer de algumas formas e são dividas entre os seguintes tipos:

  • Formato de produto
  • Produto complementar
  • Experiência da empresa
  • Distinção da marca
  • Prestígio da marca
  • Transferência de componentes
  • Alavancando um estilo de vida

Existem diferentes maneiras pelas quais as empresas usam essa estratégia, entenda melhor sobre cada um deles:

  • Formato do produto: É quando uma empresa decide mudar a forma de um produto existente. Isso permite que um produto concorra em uma categoria diferente. Vamos pegar Snickers, por exemplo. A marca lançou barras de sorvete.
  • Produto complementar: Os produtos acompanhantes são aqueles que complementam os produtos principais. Pertencem ao mesmo nicho e se relacionam com os produtos originais. Por exemplo, a Colgate, famosa por sua pasta de dente, decidiu lançar escovas de dente também com sua marca.
  • Experiência da empresa: É quando uma empresa expande sua produção e projeta um novo produto com um nome estabelecido. Vejamos a Fender, por exemplo, uma marca conhecida por suas guitarras de alta qualidade. Ela estendeu sua experiência para fazer fones de ouvido.
  • Distinção da marca: Freqüentemente, as empresas são consideradas únicas devido aos benefícios ou experiências excepcionais que proporcionam. Essas vantagens geralmente estão associadas a uma determinada marca. Portanto, os profissionais de marketing usam o nome da empresa para competir em novos mercados e ampliar o valor da marca. Por exemplo, Parachute, uma marca para uma variedade de produtos para o cabelo à base de coco. Esses produtos são fabricados pela Marico, uma empresa de bens de consumo famosa na Índia. A marca também produz outros produtos para os cabelos.
  • Prestígio da marca: É quando uma empresa cria um produto não relacionado à expertise principal da empresa. BMW é um ótimo exemplo. A marca amplamente reconhecida como uma empresa produtora de veículos e motocicletas de luxo passou a atuar na indústria de confecção e produção de relógios.
  • Transferência de componentes: Às vezes, as marcas tentam usar os elementos de sucesso de seus produtos antigos em um novo. Eles se esforçam para alavancar esse elemento e obter o mesmo sucesso. Esses componentes são sabor, ingrediente, aroma e cor. Por exemplo, a Fanta, uma marca que produz refrigerantes com gás com sabor de frutas. Possui cerca de 100 sabores em todo o mundo.
  • Alavancando um estilo de vida: Algumas empresas apresentam um determinado tipo de estilo de vida que pode ser transmitido por meio de um modo de vida, cultura, valores ou interesses. Eles possuem certas características com as quais os clientes podem se relacionar. As empresas podem ter diferentes tipos de personalidades de marca como “sinceridade”, “competência”, “sofisticação” e muito mais. Vamos pegar o Jeep, por exemplo. A empresa apresenta um estilo de vida ao ar livre e usa esta imagem particular para outros produtos como facas, tendas, bicicletas, etc.

Extensão da marca x Extensão de linha

E qual é a diferença entre a extensão da marca e a extensão de linha? A extensão da marca quer dizer que uma marca estabelecida criou uma nova categoria de produto que supostamente atende às necessidades dos consumidores. 

Neste cenário, uma empresa depende muito de seus Clientes fiéis que ficará feliz em ver mais produtos de uma marca confiável. Com uma implementação bem-sucedida de extensão da marca, uma empresa pode alcançar novos dados demográficos, adquirir novos clientes, impulsionar as vendas e aumentar a receita.

Uma extensão de linha é quando uma empresa estende uma linha de produtos existente. Um fabricante traz um novo produto para a categoria de produto que uma empresa já fabrica. Por exemplo, quando uma marca adiciona o sabor “Baunilha” ou “Limão” à sua linha de cola. Ele cria uma variedade de produtos que estão disponíveis para os consumidores nas prateleiras dos supermercados.

Normalmente, a extensão da linha está associada ao novo aroma, sabor, fórmula, cor e estilo de um produto em uma linha de produtos atual. A estratégia é menos arriscada do que uma extensão da marca, pois os consumidores estão familiarizados com o produto e estarão ansiosos para experimentá-lo com um novo sabor, por exemplo.

6 exemplos de extensão da marca

A extensão da marca pode ser muito positiva para o seu negócio, para ajudar nesse caminho, confira a seguir 6 exemplos de marcas que tiveram sucesso  com essa técnica:

Colgate: Uma empresa famosa por seu creme dental fez um novo produto útil – uma escova de dentes que é complementar ao produto principal. Acabou sendo uma ótima combinação. Essa mudança permitiu à Colgate entrar no mercado de escovas de dente.

Colgate

Apple: A Apple, uma empresa de tecnologia conhecida por seus computadores e telefones, também usou a extensão da marca. Você pode encontrar relógios inteligentes e leitores de MP3 projetados pela Apple.

Apple

Coca-Cola: Pode surpreendê-lo, mas a Coca-Cola não vende apenas refrigerantes com gás. A marca também produz água Dasani e Glaceau Smartwater.

Coca Cola
Fonte: The Drum

Starbucks: Uma empresa bem estabelecida, famosa por suas bebidas com café e uma abordagem especial para cada um de seus clientes, também entrou no mercado de bebidas energéticas. A marca fez uma incursão em outro mercado em expansão com o lançamento de uma nova linha de energéticos de baixa caloria à base de suco de frutas e extrato de café verde.

Starbucks
Fonte: Campanha

Ferrari: Todo mundo conhece este fabricante de carros esportivos de luxo. No entanto, a marca não se limitou a criar apenas carros luxuosos e caros. A empresa decidiu desenvolver uma linha de produtos não relacionados. Os parques temáticos da Ferrari em diferentes países oferecem aos visitantes uma experiência autêntica da Ferrari, adrenalina e diversão.

FerrariFonte: Tiqets

Google: Todos nós conhecemos e usamos o Google como um mecanismo de pesquisa na web. No entanto, não é o único produto do Google. A marca se estendeu para serviços de e-mail hospedados. O Google Workspace permite que as marcas acessem excelentes produtos digitais (Google Drive, Cloud Search, Google Meets e muito mais) a qualquer hora e em qualquer lugar e fornece segurança para suas informações.

Google
Fonte: The Fanatic

E todos esses cases de sucesso já provam que a extensão da marca pode ser uma ótima oportunidade para fazer com que sua empresa cresça ainda mais no mercado, conquistando novos clientes e ampliando seus relacionamentos com as pessoas que já consomem a marca. 

[Total: 0   Average: 0/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.