Plano de Marketing Digital: aprenda a elaborá-lo para a sua empresa

Marketing Digital

O marketing digital se tornou um dos pilares fundamentais para o sucesso de uma empresa. A divulgação online tem ganho cada vez mais espaço nas estratégias de marketing, equipes de publicitários e profissionais de marketing do mundo todo têm encontrado novas formas de usufruir dos benefícios de várias ferramentas on-line. E não é para menos.

Com mais de 3 bilhões de pessoas conectadas à Internet no mundo, não há escapatória: sua empresa precisa ter sua existência vinculada ao mundo digital. Privar seu empreendimento de existir na Internet é, obrigatoriamente, perder clientes, oportunidades de parceria e arrecadar menos receita. Além disso, o marketing digital consegue elevar a imagem do seu negócio a um patamar de sucesso, notoriedade e influência que outros meios de comunicação em massa não conseguem fazer.

Entretanto, não basta somente estar na Internet, criar perfis e blogs e aleatoriamente e esperar resultados positivos disso: o marketing digital, para dar certo, exige planejamento, visão estratégica, inovação e criatividade para destacar suas campanhas das que já existem. Por isso, nós do SendPulse elaboramos um guia repleto de informações úteis acerca de como montar um plano de marketing digital para a sua empresa e poder usufruir dos resultados positivos o quanto antes!

Primeira abordagem: entendendo a relevância do marketing digital nos dias de hoje

Antes de prosseguirmos para a elaboração de um plano de marketing digital, é importante entendermos o porquê do marketing digital ser tão importante e quais diferenças ele pode fazer na realidade de um empreendimento, tanto na parte financeira quanto na parte de divulgação da própria marca (branding).

Com crescimento de 25,7% comparado a 2016, o marketing digital foi responsável por movimentar 14,8 bilhões de dólares em 2017 , e as diferentes formas de divulgação do marketing digital estão seguindo a demanda comportamental do consumidor moderno, que compra mais pela Internet (devido à praticidade, conforto e segurança) e acessa a web com facilidade pelo celular, computador e/ou tablet.

Entretanto, curiosamente, empresas ainda parecem ter grande dificuldade em se adaptar à essa nova realidade. Pesquisas recentes apontam que quase 100% das empresas brasileiras não aproveitam os benefícios reais que o marketing digital pode trazer para suas realidades, com barreiras consideráveis na automação de envio de mensagens e personalização das mesmas.

Muitos profissionais ainda associam, nos dias de hoje, marketing digital a altos investimentos e estratégias muito complexas o que, nem sempre, condiz com a realidade. Hoje sabemos que é possível ter um planejamento completo de marketing digital para a sua empresa sem investir grandes quantias de dinheiro (em muitos casos, o investimento financeiro se faz desnecessário!).

Ferramentas de divulgação de e-mail marketing, redes sociais e produção de conteúdo podem ser facilmente adotadas, contanto que haja disciplina, foco e uma equipe de marketing disposta a trabalhar novas ideias e estratégias.

Segunda abordagem: conhecendo as diferentes estratégias do marketing digital para a sua empresa

Agora que conhecemos a real importância de se adotar o marketing digital como prática cotidiana na sua equipe de profissionais de marketing, é fundamental que se conheça suas diferentes abordagens estratégicas.

Abaixo, seguem algumas das estratégias mais eficientes de marketing digital da atualidade, que sua equipe de marketing deve colocar em prática de acordo com as necessidades e/ou possibilidades da sua empresa:

Marketing de conteúdo

Podemos definir como marketing de conteúdo todo processo que envolve a criação, e promoção de conteúdos personalizados para o cliente, com o foco no engajamento do público alvo e que auxilie o processo de compra.

Sua finalidade como estratégia do marketing digital é aumentar as vendas, estreitar as relações com o cliente, nutrir a base de leads do empreendimento, ganhar confiança do público e melhorar a experiência geral do cliente com a sua marca.

Como canal estratégico de uma empresa, o marketing de conteúdo pode incorporar diferentes ferramentas. Abaixo, seguem algumas das mais comuns:

Criação e manutenção de blogs/websites e seus blogposts: quando uma empresa tem um blog corporativo, é preciso ter criatividade para a elaboração de pautas e disciplina para realizar as postagens sempre com a mesma frequência. Se mantenha sempre atento à regularidade das postagens, à criatividade de seus textos e originalidade dos mesmos!

●Produção de e-books: com abordagens mais aprofundadas e teóricas de temas específicos, o e-book deve ser um documento robusto e completo, que eduque o seu cliente durante todo o processo estratégico de marketing digital. Tome cuidado com e-books de poucas palavras/páginas; é melhor fazer um conteúdo completo, mais elaborado e que leve mais tempo para ficar pronto do que entregar um material medíocre e/ou incompleto.

●Webinars para exposição e divulgação de produtos e/ou serviços novos da empresa. Quem assiste a um Webinar pode ter contato real com o apresentador, podendo assim fazer perguntas, expor sua opinião, interagir com mais facilidade, etc. É um ótimo canal de comunicação para estreitar as relações empresa/cliente e dar um rosto à empresa!

●Podcasts: criado nos anos 2000, podcasts são arquivos de áudios nos quais são discutidos determinados assuntos entre grupos de profissionais. Ideal para consumir conteúdo em contextos diferentes, que não exijam 100% de atenção do ouvinte, os podcasts são os queridinhos de profissionais mais jovens que querem se educar e/ ou ficar antenados às novidades enquanto trabalham.

Inbound Marketing

Podemos definir como inbound marketing um conjunto de estratégias que visam a atração e a conversão de clientes através de um conteúdo relevante. Com uma abordagem totalmente diferenciada do marketing tradicional, as peças publicitárias devem ser menos incisivas e diretas. Ou seja, o cliente deve ser “trazido” naturalmente até a marca.

Conhecido também como “marketing de atração”, essa modalidade estratégica do marketing digital tem ganho mais espaço entre empresas de diversos segmentos, uma vez que a clientela atual tem rejeitado cada vez mais a abordagem tradicional agressiva, especialmente nas redes sociais e nas plataformas de vídeo.

Outbound Marketing

O outbound marketing, também conhecido como Marketing Tradicional, tem como principal objetivo trazer clientes para perto da marca de maneira mais incisiva e direta.

Diferentemente do inbound marketing, as peça publicitárias com outbound marketing são expostas de maneira mais agressiva, o que pode gerar alguns conflitos com clientes. Um bom exemplo de outbound marketing são as propagandas que interrompem vídeos no Youtube ou os famosos comerciais de TV.

Devido ao seu alto valor de investimento, essa estratégia tem sido evitada por cada vez mais empresas, especialmente as de pequeno e médio porte.

SEO

A sigla SEO (Search Engine Optimization) em português tem o significado de otimização de mecanismos de busca. Podemos entender como um conjunto de técnicas de otimização para websites e blogs a fim de alcançar um bom ranqueamento orgânico no site, ou seja: geração de tráfego para suas páginas. Alguns fatores influenciam diretamente em um bom ranqueamento do seu website.

Abaixo,elencamos os primordiais:

●Número de links inseridos: um blog ou website com diversos links inseridos em seus conteúdos (sejam eles de seu próprio site ou outros) tendem a ter um posicionamento privilegiado nas buscas orgânicas de grandes buscadores, como Google, Yahoo! eBing.

●Qualidade do conteúdo: um conteúdo de qualidade deve prezar pela sua objetividade,capacidade de educar o leitor, escaneabilidade e criatividade. Logo, deve estar fora de cogitação a cópia de conteúdo (que é crime, dependendo de vários aspectos. Se a fonte é mencionada e o autor permite a divulgação do material, tudo bem) ou a falta de criatividade na criação de pautas, pois pode, ao invés de atrair leitores, afugentá-los.

●Tamanho e atratividade de conteúdo: preze sempre por conteúdos objetivos, que possam educar o leitor de maneira adequada com o mínimo de informação possível. É claro que, para determinados assuntos, artigos longos devem ser priorizados, com abordagens teóricas e/ou acadêmicas, mas, no geral, para conquistar a atenção das pessoas, textos objetivos são o ideal.

●Títulos objetivos e chamativos: a depender do título, seus leitores abandonarão ou correrão para ler seu texto. Quem nunca perdeu a vontade de ler algo devido a um título mal elaborado ou enfadonho? Capriche na criatividade e chame atenção de maneira positiva.

Social Media (Mídias sociais)

Talvez a estratégia de marketing digital mais conhecida e utilizada, as mídias sociais podem ser definidas como canais de conexão, interação e compartilhamento de conteúdo entre pessoas cadastradas nessas redes sociais.

Além disso, elas permitem o cadastro de empresas de diferentes segmentos e o entrosamento entre marca e consumidor de maneira menos direta, ou seja, menos “marqueteira”.

Nas mídias sociais você também tem mais controle do que precisa ser feito quanto ao feedback do seu cliente (postagens, críticas, comentários, reclamações e elogios), ou seja, do que deve ser melhorado e o que deve ser mantido. Abaixo, elencamos as principais:

  • Facebook: a mais utilizada nos dias de hoje, o Facebook possui 3 bilhões de usuários em todo o mundo. Com impacto considerável na vida de tanta gente e com recentes polêmicas envolvendo privacidade e vazamento de dados sigilosos, bilhões de pessoas ao redor de todo o mundo não ficam sem acessar ´´o Face´´ ao menos uma vez ao dia.
  • Instagram: com um bilhão de usuários ativos em todo o planeta, o Instagram é a mídia social queridinha da geração millenial. Com forte apelo visual, essa mídia social promove, principalmente, a postagem e o compartilhamento de fotos, vídeos e pequenos textos. Ideal para empresas com público alvo jovem e com temas fortemente ligados à estética e moda.
  • Twitter: ideal para compartilhamento de notícias rápidas, o Twitter tem, no Brasil, o segundo maior grupo de usuários do mundo. Essa mídia é extremamente usada por profissionais de marketing, figuras políticas de renome como presidentes, embaixadores e diplomatas e artistas da indústria fonográfica.
  • LinkedIn: a rede social de negócios fundada em 2002, é ideal para conexões de trabalho, busca por vagas de emprego, dicas para entrevistas e troca de conteúdo do mundo corporativo no geral. Mesmo assim, lá você poderá adicionar fotos, vídeos, GIFS, textos e outras mídias diferentes para atrair público para a página da sua empresa.

Email marketing 

Considerado o canal mais importante do marketing digital de qualquer empresa, o e-mail marketing consiste na comunicação em massa com seu público alvo por e-mail. Pesquisas demonstram que, mesmo com o advento e popularidade das mídias sociais, o e-mail ainda é um canal de extrema importância e relevância para negócios digitais.  

Através dele, você pode enviar diferentes materiais. Abaixo, elencamos alguns dos mais comuns:   

  • Newsletters: podemos definir a newsletter como uma publicação fixa com periodicidade pré-determinada. Essa newsletter deve possuir uma linha editorial a ser seguida, devidamente organizada estrategicamente. Nela, você poderá informar seu lead/cliente de novidades da sua empresa, conteúdos novos disponíveis etc. . Lembre-se que uma newsletter tem como foco principal a divulgação de informações, e não necessariamente a promoção de produtos ou serviços.
  • Promoções e sorteios: a empresa também pode aproveitar o e-mail marketing para divulgar promoções de produtos e sorteios dos mesmos, uma vez que nem todas as pessoas podem ter acesso às redes sociais diariamente.
  • Digests: que tal fazer uma recapitulação de todo o material mais interessante do seu website para mostrar aos seus usuários? O Envio de digests (geralmente ao fim do mês) é uma ótima oportunidade para trazer os usuários para perto da empresa, principalmente os que estão mais afastados.
  • Pesquisas de satisfação: como saber se seus clientes estão satisfeitos com o conteúdo/produtos oferecidos pelo seu empreendimento? Uma pesquisa de satisfação é fundamental para ouvir opiniões diferentes, receber feedbacks importantes e, se necessário, mudar estratégias de marketing digital para abraçar o maior número de clientes possíveis.

Guest posts e troca de links

Empresas que se isolam em seu próprio nicho de mercado tendem a ficar permanentemente sozinhas e esquecidas pelos clientes.

Juntar-se a empreendimentos similares aos seus, seja para troca de links ou produção de guest posts em seus blogs ou websites é fundamental para somar forças, ganhar notoriedade, credibilidade e, porquê não, fazer amizades e construir novos networks.

Lembre-se sempre da frase do famoso escritor John Donne: “Nenhum homem é uma ilhai solada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra” Aplique isso tambémao seu mercado de atuação!

Direto ao ponto: Aprenda a elaborar um plano de Marketing Digital eficiente para a sua empresa

Como foi possível ver anteriormente, existem diversos elementos importantes para a prática do marketing digital na sua empresa. Agora, podemos partir para a prática: abaixo, elencamos todas as ferramentas necessárias para um bom plano de marketing digital:

  • Definir objetivos: primeiramente, é importante que você defina os objetivos que sua empresa tem com o marketing digital. Quais as necessidades imperiosas do seu empreendimento? Alavancar vendas, melhorar a visibilidade da marca, aumentar o tráfego…? É importante ter consciência do que se quer para saber onde se precisa chegar.
  • Público-alvo: conhecer o público alvo é fundamental para elaborar um plano de marketing digital. Faça e envie pesquisas para seus leads, a fim de traçar um perfil universal do público alvo da sua empresa. Com base nessa análise feita, você poderá traçar estratégias de abordagem, adequação de linguagem, utilização de formatos e canais diferentes de comunicação (como veremos a seguir) etc.
  • Exploração de diferentes canais: as opções para divulgação de seu conteúdo são diversas. Entretanto, a variedade de canais de divulgação não implica, necessariamente, na obrigatoriedade de utilizar todos. Redes sociais (Facebook,Instagram, Snapchat e Twitter), plataformas de vídeo como Youtube entre outros canais devem ser devidamente analisados e levados em consideração para analisar se a abordagem da empresa vai dar certo.
  • Equipe devidamente capacitada: quando o assunto é marketing digital, o amadorismo não tem vez. A capacidade técnica e intelectual da sua equipe deve ser a prioridade no momento da contratação e do gerenciamento dessa equipe. Quando uma equipe é mal escalada ou não é devidamente reconhecida por seus méritos, as campanhas tendem a fracassar em algum momento.
  • Conheça a concorrência: “mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais perto ainda”, já diria Don Vito Corleone, de O Poderoso Chefão! Brincadeiras à parte, é preciso conhecer a concorrência para agregar diferenças relevantes ao seu produto e à divulgação dos mesmos. Além disso, você poderá aprender com os erros e acertos dos outros, emulando pontos fortes e aprendendo com os fracos.
  • Monitoramento de clientes: quando encerrar o processo de vendas, que tal monitorar o comportamento de seus clientes? Envie pesquisas de satisfação, opinião ou até mesmo converse diretamente com eles, e tente entender suas questões. Seus anseios foram satisfeitos? Há alguma queixa com relação ao seu produto? O atendimento é humanizado e exclusivo? Fique sempre próximo ao seu cliente.
  • Aspectos financeiros: apesar de o marketing digital ser considerado um conjunto de estratégias financeiramente viáveis (e muitas vezes até gratuitas), é preciso colocar em perspectiva o que sua empresa tem a disposição para gastar, seja com investimento em publicidade (com anúncios online pagos), salário para a equipe de profissionais,softwares de design entre outros.
  • Parcerias: lembre-se sempre: toda vez que sua empresa fizer uma campanha de marketing digital, você está se expondo não somente para futuros clientes, mas também para outras empresas interessadas em fechar parcerias. Converse com sua equipe sobre a possibilidade e desenvolva um approach atraente e sugestivo para mostrar a outros empreendimentos que você está de braços abertos para troca de conteúdo, serviços, eventos etc.
  • Tenha um cronograma montado: e por fim, mas não menos importante: sempre tenha um cronograma de postagens nos sites e redes sociais para garantir uma abordagem mais disciplinada e recorrente. Ter um cronograma fará toda a diferença no levantamento de resultados alcançados e na adoção de métricas de marketing digital.

Conclusão

Como foi possível concluir, existem diversos elementos que devem conter, invariavelmente, em um planejamento de marketing digital em uma empresa.

Por ter tantas ferramentas disponíveis, que variam da criação e monitoramento de mídias sociais ao disparo de mensagens via e-mail marketing é preciso planejar cuidadosamente o approach de cada uma.

A ausência e um plano bem elaborado e estratégias para os diferentes canais pode significar o fracasso da sua abordagem e o desperdício de investimentos preciosos de tempo, treinamento de equipe e dinheiro.

Nossa equipe de marketing do SendPulse pode te auxiliar do início ao fim do processo, oferecendo a você o que há de melhor na plataforma de e-mail marketing e conteúdo de marketing digital gratuito.

Acesse nosso site, blog e redes sociais oficiais e fique por dentro de novidades que farão a diferença no marketing do seu empreendimento!

Bons negócios!

[Total: 0   Average: 0/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.