E-mail marketing: Evite estes 6 erros que podem destruir sua campanha

e-mail marketingMarketing Digital

Nós já sabemos, por intermédio de diversos estudos e pesquisas feitas na área de marketing digital, que o e-mail marketing como estratégia é uma das melhores alternativas para conseguir resultados rápidos. Além disso, o envio de e-mails em massa não é um ato complexo, que só pode ser feito com ajuda de profissionais gabaritados na área de marketing de conteúdo e/ou publicidade; essa ferramenta é considerada, atualmente, uma das mais simples e acessíveis no mercado.

Entretanto, é importante salientar que, para que uma campanha de e-mail marketing dê certo, sejam adotadas diversas estratégias de conteúdo, segmentação de cliente entre outras para que sua mensagem não seja deletada ou pior, tenha um efeito contrário, deixando uma imagem negativa da sua marca e/ou empresa. Em um mercado cada vez mais competitivo e muitas vezes hostil a empreendimentos recém-chegados, determinados erros do e-mail marketing podem ser fatais.

Por isso, nós do SendPulse elaboramos um guia com 6 erros que devem ser evitados a todo custo em uma campanha de e-mail marketing, e o porquê que eles possuem tamanho potencial de destruição das campanhas que você já elaborou ou irá elaborar futuramente.

Primeira abordagem: por que o e-mail marketing faz tanto sucesso?

Antes de falarmos sobre os 10 erros fatais para as campanhas de e-mail marketing, é importante começarmos de seus benefícios o porquê de tantos profissionais do meio escolherem essa estratégia como a principal para gerar mais leads e tráfego para seus websites e/ou e-commerces.

Desde o surgimento da mala direta como estratégia de prospecção em massa de clientes, empreendedores do mundo todo compreenderam que o envio de mensagens e peças publicitárias em massa é uma estratégia que veio para ficar.

Entretanto, após anos de utilização da mala direta tradicional (com as campanhas todas em papel e enviadas por cartas através dos correios), com a evolução da Internet e as recentes preocupações envolvendo meio ambiente e ética no marketing e na publicidade, que essa estratégia foi suplantada pelo e-mail marketing. Foi-se descobrindo, aos poucos, que os benefícios do e-mail marketing eram infinitamente superiores, especialmente os descritos abaixo:

  • Ética e responsabilidade no trato com o cliente, trabalhando apenas com o conceito de marketing de permissão.
  • Melhor retorno sobre investimento (ROI), com pesquisas indicando que a estratégia oferece 10 vezes mais rentabilidade que outros meios comparados.
  • Relacionamento com o cliente mais estreito e exclusivo, oferecendo ao usuário um tratamento diferenciado, com conteúdos previamente selecionados especialmente para ele (e aos iguais a ele).
  • Preocupação com meio ambiente e responsabilidade ética, uma vez que a adoção do e-mail marketing promove a substituição da panfletagem e o envio de mensagens eletrônicas com base na permissão dos usuários, levando sempre em consideração o livre arbítrio dos internautas em quererem ou não receber e-mails.
  • Diversidade de formatos também é um fator positivo, que oferece liberdade de criação de design, cores, formatos, temas, conteúdos etc. . ao profissional de marketing ou responsável pela campanha.

Direto ao ponto: Os 6 erros mais graves de e-mail marketing

Como vimos, benefícios é que não faltam para a adesão do e-mail marketing como estratégia de geração de leads e prospecção de clientes.

Entretanto, muitos profissionais da área, não sabendo lidar com o planejamento das campanhas e a escolha pela abordagem correta, acabam cometendo erros graves, colocando em risco permanente a imagem de sua marca e/ou empresa.

Abaixo, elencamos os mais graves, que devem ser evitados a qualquer custo:

  • Deixar o endereço de e-mail com “noreply”: pessoas gostam de interagir umas com as outras, e isso inclui empresas e/ou marcas. O “noreply” (ou não responda, em português) pode deixar implícito a sua indisponibilidade e falta de vontade de ouvir/ler o que o cliente tem a dizer. Deixe sempre seu canal de comunicação (e isso inclui o e-mail marketing) aberto a críticas, sugestões, elogios e cobranças de uma forma geral
  • Colocar muitos CTAS (Call to Actions) na mensagem: uma Call to Action (Chamada para Atenção, em português) tem papel fundamental em convencer o cliente a tomar uma atitude comercial dentro do seu website ou loja virtual. Entretanto, colocar várias em um mesmo e-mail pode chatear o seu cliente ou exigir que ele tome muitas atitudes diferentes ao mesmo. Na Internet, sempre vale a lei do menor esforço.
  • Erros gramaticais na mensagem: você já imaginou ir a um evento corporativo ou reunião da sua empresa com a camisa suja, sapatos diferentes ou calça de pijama? Mandar e-mails com erros gramaticais passa a mesma mensagem de desleixo para seus clientes. Fique atento sempre à gramática normativa e utilize corretores gratuitos disponíveis na Internet para não pagar mico!
  • Mensagens que contradizem ofertas e/ou serviços: tem coisa pior que ficar empolgado com uma oferta e/ou promoção de algum serviço ou produto que você deseja muito, acessar um site para comprá-lo e perceber que nada daquilo era real? Evite os famosos click baits (iscas de cliques), ou seja, não minta ou floreie a situação simplesmente para atrair o clique dos clientes e depois decepcioná-los. Isso enfurece sua clientela e destrói a credibilidade do seu empreendimento.
  • Não ter permissão dos seus clientes: esse erro fere algo de importância fundamental para boas campanhas de e-mail marketing: a ética. Se o usuário não sabe quem você é, desconhece a existência da sua empresa e nunca deu permissão para receber mensagens, não as envie. Os acordos tácitos valem muito, e isso mostrará ao mercado que por trás da sua marca existem pessoas com responsabilidade moral e ética.
  • Não fazer testes A/B: nem sempre podemos acertar de primeira o que seus leads mais gostam de receber, não é mesmo? Por isso a necessidade de testes A/B para suas campanhas de e-mail marketing. Com essa ferramenta, você poderá entender o que atrai mais sua clientela para poder, assim, enviar CTAS previamente analisados e segmentados de acordo com as suas exigências.

 

Conclusão

Como foi possível identificar, os erros descritos anteriormente podem ter influência catastrófica sobre o desempenho das campanhas de e-mail marketing. Além disso, suas consequências podem manchar permanentemente a imagem do seu empreendimento, o que, num mercado cada vez mais globalizado e competitivo, pode significar a falência a médio ou longo prazo.

Para evitar tal caminho, o SendPulse oferece uma plataforma de e-mail marketing completa e integrada com outros canais, para você montar campanhas perfeitas e inesquecíveis para o seu cliente. Além disso, também oferecemos conteúdo instrutivo gratuito sobre e-mail marketing e marketing digital no geral em nosso blog oficial e redes sociais. Fique sempre ligado, toda semana tem conteúdo novo! 🙂

[Total: 0   Average: 0/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.