Caixa de spam do Gmail: saiba como evitar a aba ‘Promoções’

Já se inscreveu para receber atualizações de um site via e-mail marketing e, depois de um tempo, ao notar que nenhuma mensagem havia chegado, descobriu que todas elas estavam na caixa de promoções? Se você é usuário do Gmail, podemos apostar que essa situação já te aconteceu e informações importantes acabaram indo parar nesta versão da caixa de spam do Google.

Desde 2013, o Gmail criou um sistema automatizado e os e-mails recebidos passaram a ser classificados por guias: Principal, Promoções, Atualizações, Fóruns e Social. Essa classificação tem o objetivo de filtrar e descongestionar a caixa de entrada principal, eliminando os e-mails que o Google entende como spam.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Return Path, empresa especialista em entregabilidade de e-mails, 19,9% dos usuários do Gmail nunca ou quase nunca abrem mensagens que param na aba de promoções. Isso ocasiona uma péssima taxa de abertura na sua campanha de e-mail marketing.

Para descobrir o que influencia na categorização das guias e como evitar que seu e-mail acabe parando nas “Promoções”, continue com a gente.

 

Critério de classificação

Segundo dados estatísticos, apenas 2,41% do total de e-mails enviados para usuários do Gmail vão para a guia principal, em comparação com 68% classificados como Promoções. Ou seja, a esmagadora maioria de campanhas de e-mail marketing acabam parando na caixa de spam do Gmail.

 

Para “escolher” o posicionamento das guias, o Google usa como base um complicado algorítimo, que leva em consideração fatores como: conteúdo da mensagem, código HTML, endereço de e-mail remetente,proporção entre imagem e texto e etc.

E-mails contendo uma única imagem, de um a dois links, ou textos simples, em sua maioria chegam à guia “Principal”. Entretanto, quando se aumenta, mesmo que ligeiramente, o número de links ou imagens, a eficiência começa a cair e os e-mails tendem a ser classificados como “Promoções”.

 

Dicas para evitar a caixa de spam do Gmail

Nada pior que bolar aquela campanha incrível e ter uma taxa de abertura baixa, não é? Algumas práticas são capazes de evitar que o Google identifique os seus e-mails como spam e, consequentemente, levam as mensagens para a caixa principal. Confira:


Assunto do e-mail

Para evitar riscos, evite frases que deixem explícito um conteúdo promocional em suas linhas de assunto. Palavras como “SALE”, “URGENTE” “COMPRE” ou “PROMOÇÃO” viram um caminho direto para a caixa de spam. O Google já entendeu que a maioria de seus assinantes ignora mensagens com esse tipo de assunto. A sugestão é que se deixe para usar calls to action com esses termos em botões de landing page ou no corpo do e-mail.

Uma outra dica é usar a personalização. Insira variáveis que deem um toque pessoal à sua mensagem. Um bom exemplo é usar o primeiro nome do seu destinatário. Além de ser uma boa prática para e-mails marketing, essa pegada one-to-one (de um para um), direta e individual, faz com que o Google entenda que a mensagem é importante para quem recebe.

 


Imagens

Preste atenção ao número de imagens e à sua proporção ao texto. E-mails carregados com fotos são facilmente rotuladas como spam. Considerando que a intenção no e-mail marketing é direcionar o leitor para a ação que você pretende que ele faça, considere onde se faz necessário o uso de imagens, não deixe para desperdiçar em um cabeçalho, caso você precise de uma foto mais para a frente.

Um cuidado muito importante é estar sempre de olho na responsividade. Ou seja, deixe seus e-mails formatados para que sejam amigáveis à leitura em dispositivos móveis de tamanho médio. O excesso de imagens pode fazer do seu e-mail muito pesado e pouco responsivo.

 

Número de links

Quanto mais links, pior. O ideal é um máximo de 3 links por e-mail, incluindo nessa conta o protocolo de desinscrição. Mas atenção, se a sua intenção for uma conversão utilizando landing page, tenha como preferência o link do call to action. O número reduzido aumenta a chance da sua mensagem resistir à aba “Promoções”.

 

Estrutura HTML

Não sobrecarregue o modelo de e-mail com vários blocos, figuras e fontes. Mesmo seguindo todas as lições de boas práticas, o excesso de detalhes no HTML podem fazer com que o Google entenda seu e-mail como uma promoção.

Que tal colocar sua criatividade para funcionar em e-mails simples, somente em texto?

 

Segmentação

Vale a pena tentar que seus destinatários movam manualmente seus e-mails de Promoções para a guia Principal. No entanto, isso não fará sentido se não abrirem as mensagens que você enviar. Quando um assinante não abre seu e-mail, isso significa que ele não é interessante ou irrelevante para ele. Tente mudar o tópico ou melhorar a qualidade do conteúdo para incentivar o envolvimento.

Caso o Google ainda entenda que o seu assunto não é relevante para o destinatário, revise sua segmentação. Descubra se aquela lista ainda serve para o seu negócio, ou para o objetivo daquela campanha.

 

Cabeçalho e rodapé

Nossa experiência mostrou que frases como ″ Exibir no navegador da Web ″ e ″ Cancelar inscrição ″ no cabeçalho aumentam o risco de o e-mail entrar na aba “Promoções”. Mas as campanhas de e-mail precisam ter um link de cancelamento para ser considerado legal. Então o que fazer? Coloque o link na parte inferior do seu e-mail como se fosse sua assinatura e modifique-o para que ele não pareça muito comum.


Endereço de e-mail do remetente

E-mails enviados de serviços gratuitos tendem a acabar como spam com mais frequência em comparação com os enviados de domínios corporativos ou pagos, e até mesmo pessoais. Portanto, não hesite em usar o domínio da sua empresa. Além de evitar filtros do Gmail, também será benéfico para a reputação do remetente.

 

Feed RSS

Que a automação de marketing é uma grande tendência, já sabemos. Mas a personalização é maior que ela. Não é à toa que o Google pensa da mesma forma. Todos os e-mails gerados automaticamente com feeds RSS caem na aba Promoções, sem exceção. O Gmail consegue identificar que os e-mails gerados via feed RSS não são de pessoas “reais”, então interpreta que eles não devem ir para a aba Principal. A regra se aplica mesmo que se tenha optado por receber o feed por e-mail.


Agora que você já sabe como evitar a guia ‘Promoções’, caixa de spam do Google, que tal descobrir nossas dicas de como construir uma campanha de e-mail marketing certeira? Acompanhe nossas páginas no Facebook e no Twitter e continue lendo os artigos do nosso blog.

Para começar a disparar seus e-mails de um jeito muito prático e intuitivo, inscreva-se grátis na nossa plataforma e aproveite imediatamente os benefícios.

[Всего: 1   Средний:  1/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.