Como a mudança de algoritmo do Google pode impactar na sua empresa

google adsGoogle Analyticsmarketing de conteúdoMarketing Digital

É inegável o poder do Google na comunicação mundial. Nos tempos atuais o mecanismo de busca se tornou indispensável no dia a dia das pessoas, que, com apenas alguns cliques, conseguem encontrar respostas para os mais diversos temas sem precisar reunir muitos esforços para isto.

E todo esse sucesso da plataforma fez com que os primeiros lugares em sua busca fossem disputados por diversas empresas que querem ver seus produtos e serviços sendo encontrados com mais facilidade pelos usuários.

Ao longo de todos os anos o Google está sempre fazendo mudanças em seus mecanismos para oferecer a melhor experiência de navegação aos internautas. Por este motivo os algoritmos estão em constante aprimoramento, o que consequentemente faz com que os profissionais que desejem ser encontrados com mais facilidade pela busca também sempre aprimorem suas estratégias.

E entre os meses de junho e julho de 2021 a empresa fez uma nova atualização em seus algoritmos. Essa novidade pode trazer mudanças significativas, não apenas para o usuário, como também para o produtor de conteúdo. Confira a seguir como essas mudanças podem impactar o seu negócio!  

A mudança na posição da SERP

Uma das primeiras mudanças na atualização feita no dia 2 de junho foi a mudança nas posições da SERP, mas antes de saber como isto pode fazer a diferença para o seu site é preciso entender melhor o que é SERP.

A SERP é uma página de resultado de um mecanismo de pesquisa, a sigla vem do inglês Search Engine Results Page. Pensando em SEO, a SERP é identificada pela consulta que gerou os resultados ou por sua palavra-chave, seu conteúdo pode consistir em resultados orgânicos, pagos ou até mesmo por recursos de SERP.

É importante lembrar que o termo SERP não é oficial, já que o Google nomeia seus resultados de consulta como: recursos de resultado de pesquisa ou até mesmo resultados ricos. Então não estranhe se por acaso ver essa nomenclatura na plataforma.

Mas afinal qual foi essa mudança na posição da SERP? A nova atualização teve mudanças significativas em relação a disposição das informações após o resultado de busca, variando de acordo com cada tema ou nome buscado na plataforma, encontrando assim uma melhor experiência para cada usuário, principalmente ao conseguir através de suas atividades identificar qual o formato que melhor se encaixa naquela busca.

Vamos a um exemplo desta mudança na prática. Se buscarmos o nome da cantora Lady Gaga no Google o mecanismo de busca pode entregar para você em primeiro lugar os vídeos mais acessados da cantora, logo ao lado as imagens e também informações principais, abaixo quais foram as principais pesquisas que outros internautas realizaram sobre ela e só depois de todas essas informações é que será possível visualizar os websites informações relacionadas a estrela. Deixando também disponível as principais notícias envolvendo o seu nome.

O que essa mudança gera efetivamente? Agora a disposição do mecanismo de busca não é mais algo padronizado e sim se desenvolve a partir do que mais faça sentido sobre o tema ou até mesmo do que faça mais sentido para o usuário, já é possível acompanhar pelo comportamento do mesmo. Por este motivo a ordem pode variar.

Para o seu negócio a novidade impacta justamente na forma de produção, já que esta atualização deixa muito bem claro um conceito que o Google vem implantando a alguns anos, o foco em um bom conteúdo, a ideia é simples, entregar para o internauta algo que seja relevante para ele naquele momento.

O foco no conteúdo

E como esse foco no conteúdo pode ser feito? De acordo com um recente artigo publicado pelo Google, a melhor dica para que você seja encontrado nos mecanismos de pesquisa com mais facilidade é justamente proporcionar o melhor conteúdo possível para os usuários. A empresa ainda define que essa é a prioridade de seus algoritmos.

Isto na prática significa que você pode gastar todo o tempo e dinheiro investindo em funcionalidades para aumentar a velocidade de seu site, técnicas de SEO para a plataforma ou qualquer outra forma de alavancar as visitas, mas, se por acaso, o conteúdo publicado não corresponder às expectativas é muito pouco provável que um grande número de pessoas seja impactado por ele no momento que estiverem realizando suas buscas no site.

Para ajudar nesse processo criativo, a empresa ainda fez algumas perguntas que você pode se fazer no momento de criar uma nova postagem, como:

  • O conteúdo mostra informações, relatos, pesquisas ou análises originais?
  • Ele inclui uma descrição significativa, completa ou abrangente do assunto?
  • O material apresenta análises relevantes ou informações interessantes e originais?
  • Quando o conteúdo é baseado em outras fontes, você evita simplesmente copiar ou reescrever e adiciona valor e originalidade ao material?
  • O cabeçalho e/ou o título da página exibem um resumo descritivo e útil do conteúdo?
  • Você evita o uso de termos exagerados ou chocantes no cabeçalho e/ou título da página?
  • Esse é o tipo de página que você adicionaria aos favoritos, compartilharia com um amigo ou recomendaria a alguém?
  • Você esperaria ver esse conteúdo em uma revista, enciclopédia ou livro impresso?

O Google ainda recomenda que você pense também no seu nível de especialização no momento de formar um conteúdo de valor para outras pessoas, frisando a importância de pensar nos seguintes questionamentos:

  • O conteúdo apresenta as informações de maneira confiável, com indicação clara da fonte, evidências do uso de conhecimento especializado e dados sobre o autor ou site da publicação (como links para uma página de apresentação)?
  • Se você fizesse uma pesquisa sobre o site que produz o conteúdo, ficaria com a impressão de que ele é confiável ou amplamente reconhecido como uma autoridade no assunto?
  • O material é escrito por um especialista ou entusiasta que comprovadamente conhece bem o tema?
  • O conteúdo tem erros factuais que podem ser facilmente verificados?
  • Você confiaria neste conteúdo quanto a questões relacionadas às suas finanças ou sua vida?

A nova atualização dos algoritmos da empresa confirma a tendência em todo o mercado que é justamente a de produzir um conteúdo de qualidade para conseguir assim atrair um público leal e engajado. São justamente essas pessoas que vão ajudar com que você conquiste seus objetivos e faça com que sua empresa ou marca cresça e conquiste ainda mais pessoas.

Search Console Insights

Outra novidade do Google que pode te ajudar muito na produção de conteúdo é o Search Console Insights, uma nova experiência personalizada para ajudar criadores e editores de conteúdo a entender como o público descobre o conteúdo do site e o que chama a atenção dele. Um recurso que facilita a compreensão do conteúdo que foi criado pela página e une dados do Search Console, que permite que os webmasters verifiquem o status de indexação e otimizem a visibilidade de seus sites e do Google Analytics, que mostra as estatísticas de visitação de seu site.

Com este dado é possível ter uma visão geral e informações uteis sobre o desempenho e desenvolvimento de seu trabalho na web e a plataforma promete responder essas cinco perguntas essenciais para todo produtor de conteúdo online:

1. Quais são os conteúdos específicos com melhor desempenho?

2. Qual é o desempenho dos conteúdos novos?

3. Como as pessoas encontram seu conteúdo na Web?

4. O que as pessoas pesquisam no Google antes de acessar seu site?

5. Que artigos encaminha os usuários ao seu site e conteúdo?

Como o Search Console Insights faz parte do Google Search Console, qualquer pessoa que já tenha uma conta verificada na plataforma anterior pode utilizá-la. A empresa ainda recomenda vincular também a sua conta no Google Analytics para que os insights gerados sejam em maior volume e, claro, melhor qualidade.

Como a plataforma ainda é nova, no momento, o Search Console Insights só é compatível com propriedades do UA do Google Analytics. Mas muito provavelmente em breve será aceito e propriedades do Google Analytics 4 para que todos os usuários do Google Analytics possam usar.

Aproveite a mudança do algoritmo

Todas essas mudanças e funcionalidades podem até parecer um pouco complexas, mas o ideal é focar no que é mais essencial e que realmente vai fazer toda a diferença para o seu negócio que é justamente a produção de um conteúdo de qualidade.

Pense em uma postagem de blog que inspire as pessoas, um guia prático sobre o tema de maior interesse de seu público, um questionário divertido, um  passo a passo, as possibilidades são imensas, mas lembre-se, para ter um bom resultado é necessário esforço, quanto mais original a sua publicação for maior é a possibilidade dos algoritmos encontrarem o seu site.

Portanto a melhor dica é aproveitar essa mudança, agora é o momento de repensar suas estratégias, se inspirar em outros conteúdos de qualidade, e, claro, checar sempre todas as informações que for repassar, com certeza com essas técnicas vai conseguir se destacar ainda mais na busca do Google.  

[Total: 2   Average: 4/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.