A curva ABC é um método que envolve a categorização de itens com base em seu valor percebido e é usado no gerenciamento de estoque. Ajuda as empresas a identificar os produtos mais valiosos que atendem à demanda do cliente, controlar e alocar recursos com eficiência, reduzir o estoque obsoleto e aumentar as vendas.

Discutiremos um método de categorização de estoque baseado no princípio de Pareto, também chamado de regra 80/20. De acordo com este princípio, 20% das mercadorias principais representam 80% do volume de vendas. Neste artigo, revisaremos o uso da curva ABC, exploraremos suas vantagens e desvantagens e verificaremos 6 etapas para conduzir a curva ABC.

Qual é a utilidade da curva ABC?

A curva ABC permite que as empresas descubram como gerenciar seu estoque adequadamente com base nas principais métricas. Para descobrir se os clientes comprarão um determinado produto, uma marca precisa entender a demanda do cliente. As empresas que optam pela curva ABC têm a chance de analisar a demanda e gerenciar seu estoque com base nesses dados.

Mais uma razão pela qual as empresas usam a curva ABC é a otimização de estoque. Para atender às necessidades do cliente, obter grande volume de vendas e alto lucro, uma empresa deve categorizar os produtos com base na demanda, importância e lucro que podem obter. Com as informações recebidas em mente, os empresários podem definir preços para seus produtos ou serviços de forma estratégica.

A curva ABC ajuda a identificar e reduzir o número de produtos que os clientes não gostam ou com baixa margem de lucro. Depois que o método é implementado, os empreendedores obtêm uma cadeia de suprimentos mais uniforme, reduzem os custos de estoque adicional e alocam recursos de maneira eficiente.

Agora que você conhece o uso da curva ABC, passaremos aos prós e contras dessa técnica.

Vantagens e desvantagens da curva ABC

Ao avaliar o estoque e classificá-lo de acordo com os princípios da curva ABC, as empresas podem identificar as áreas de manufatura ou vendas que agregam mais valor. A principal vantagem da técnica é ajudar a identificar os bens que os consumidores compram com mais frequência e monitorar a disponibilidade para evitar a falta de estoque. Assim, as empresas podem se concentrar em produtos de alta prioridade que trazem um bom ROI.

Mais uma vantagem desse método é a alocação eficiente de recursos. Com a curva ABC, você pode gastar mais dinheiro na compra de produtos populares entre os clientes e, por fim, trazer bons lucros para sua empresa. Além disso, permite reduzir custos com itens que trazem pouco ou nenhum lucro e apenas acumulam poeira nas prateleiras do seu armazém.

As desvantagens do método incluem conflitos com os sistemas de custeio tradicionais e custos substanciais. A análise de rotina de produtos de alta prioridade requer despesas mais altas, é por isso que uma empresa deve preparar alguns custos extras.

Os prós e contras estão claros agora, então vamos descobrir como organizar o processo.

6 etapas para conduzir a curva ABC

Para fazer uma curva ABC eficaz, você precisa seguir uma certa sequência de ações. Preparamos 6 etapas para você considerar ao implementar este método em sua estratégia de negócios. Siga estas etapas para realizar uma análise de curva bem-sucedida.

  1. Defina as coisas que você deseja analisar. O principal objetivo da curva ABC é determinar a importância de cada produto. O método permite identificar os itens mais e menos lucrativos. Como resultado, você poderá melhorar o desempenho financeiro de sua empresa. E por isso pense nos itens que você precisa analisar para entender seu valor para os consumidores e o lucro que eles trazem.
  2. Reúna as informações necessárias. Depois de definir o estoque a ser analisado, colete informações sobre pedidos e custos de transporte. Aproveite uma de suas ferramentas de contabilidade para obter esses dados.
  3. Classifique seus produtos. Antes de mergulhar no processo, classifique seus produtos com base no custo. Classifique-os desde os mais caros até os mais baratos.
  4. Descubra o impacto dos produtos em sua empresa. Liste os produtos em uma planilha e descubra a influência que cada um deles tem no seu negócio. Divida as mercadorias e seus custos anuais.
  5. Divida os produtos em três classes com base na demanda. Agora é hora de dividir seus produtos em classes com base no princípio principal da curva ABC. Divida seus produtos em três classes: A - produtos mais valiosos que geram 80% do lucro, categoria B - produtos menos populares e valiosos que geram 15% e C - itens que geram 5% da receita.
  6. Analise os dados obtidos. No final, você terá uma planilha com itens que geram mais receita e aqueles que não são populares entre os compradores. Confira a lista para encontrar os fabricantes de dinheiro no topo. Depois de obter as informações necessárias sobre produtos de alta e baixa prioridade, use-as a seu favor. Lembre-se de que você ainda precisa rastrear o preço e o desempenho de vendas dos produtos para garantir que suas posições não sofram influências

Em resumo, esta técnica é especialmente útil no gerenciamento de armazém para identificar os itens que trazem o maior lucro e produtos que um empresário não precisa reabastecer. A análise de curva fornece aos proprietários de empresas uma imagem clara do desempenho de vendas de certos produtos.
Recursos:

Este artigo define o termo, contém exemplos de curva ABC e um guia.
Neste artigo, você encontrará as vantagens e desvantagens da curva ABC.
Este artigo revela 8 etapas da curva ABC.

Pesquisado também com
Rate this article about "Curva ABC"

User Rating: 0 / 5 (0)

Novo

Teste o SendPulse hoje gratuitamente

Se você tiver interesse em "Curva ABC", talvez você também se interesse pelo nosso serviço de envio de e-mails em massa.