Como Descobrir as Melhores Redes Sociais para o Marketing B2B

Quando o assunto é mídia social orgânica, o melhor conselho que podemos te dar é: se você vai fazer isso, faça com a estratégia certeira – independentemente da plataforma! Uma presença ativa nas redes sociais é tudo que os clientes esperam no marketing B2B, mas isso não significa que sua empresa precisa ter estar necessariamente em todas as plataformas.

93% dos profissionais de marketing B2B dizem que a mídia social é sua tática número um para a criação e distribuição de conteúdo, portanto, se você não está usando as mídias sociais como parte de sua estratégia de marketing, você pode querer começar agora!

Pode ser um problema saber onde ancorar sua marca e como planejar uma estratégia de social media. Mas com um número crescente de plataformas sociais, como você escolhe? Nada de pânico! A missão do SendPulse é facilitar a vida de empresas mundo afora e vamos te ajudar a definir em quais canais estão as empresas que o seu marketing B2B precisa alcançar e como descobrir isso.

 

Considere as Ferramentas à sua Disposição

Em primeiro lugar, sua equipe precisará avaliar os recursos à disposição antes de se decidir por uma estratégia de mídia social. Este passo pode definir desde a mídia social onde você estará presente, passando pelo conteúdo a ser escrito e indo até os KPIs que serão medidos para entender o sucesso da empreitada.

Faça algumas perguntas, não apenas para os profissionais de marketing, mas para todos os membros tomadores de decisão da sua empresa:

  • Temos equipamento de audiovisual (câmeras, microfones, etc) para a produção de materiais áudio-visuais?
  • Temos bons produtores de conteúdo?
  • Qual o nosso orçamento para investir em mídia paga?
  • Podemos produzir materiais com frequência, sem pausas muito elásticas entre os mesmos?

Responder a estas questões com certeza será o norte que sua empresa precisa para começar a entender onde é capaz de exercer um bom trabalho logo de início, quais ideias precisam amadurecer e em quais é mais seguro colocar o pé no freio.

 

Observe o seu Público-Alvo e Determine o Alcance

Seja para o marketing B2B ou B2C, o objetivo do uso das redes sociais é falar com seu público alvo. Portanto, faça uma busca por plataformas de mídia social pesquisando onde suas personas são mais ativas. Sua marca deve estar onde pessoas interessadas estão.

Você pode encontrar o melhor lugar para aplicar suas campanhas de marketing social ouvindo onde a conversa do setor é mais alta. Isso poderia ser uma fusão do LinkedIn, Twitter, Facebook e Instagram, por exemplo. Para outras empresas, isso pode incluir Pinterest e Redditt.

Como uma empresa B2B ou equipe de marketing B2B, você provavelmente gastou muito tempo e dinheiro em branding. Se o seu cliente-alvo estiver procurando por algo mais profissional, talvez seja melhor optar por sites de criação de perfil ocupacional, como o LinkedIn, enquanto, se seu cliente-alvo estiver na moda e descontraído, você pode se inclinar para plataformas mais sociais.

Mas lembre-se! É essencial pensar fora da caixa quando se está à procura do melhor canal. Não se comunique apenas com o básico, lembre-se que clientes em potencial navegam em redes sociais também em sua hora de lazer e posicionar sua marca na mente deles é essencial para o sucesso. Descubra onde a voz e a estética da sua marca se encaixam melhor.

 

Entenda as Mídias Sociais à Disposição do seu Marketing B2B

Há um tempo e um lugar para cada plataforma social e não há uma regra de quais plataformas são exigidas para cada tipo de empresa. Algumas são mais recomendadas ao público B2B, como o LinkedIn, e outras são amplamente utilizadas em B2C, como o Twitter, mas isso não significa que outras plataformas não devam ser consideradas.

Dito isso, é importante lembrar de ser seletivo com suas plataformas de mídia social. Só porque você pode, não significa que você deve usar todas, especialmente se a plataforma não se encaixa com sua marca ou público-alvo. Considere os principais benefícios de cada uma delas e se são adequadas para o seu negócio e seu público, e se é algo em que você está disposto a investir tempo para garantir o sucesso no mundo digital.

 

LinkedIn

 

Conhecida como a rede social profissional, o LinkedIn é o mais popular entre os profissionais de marketing B2B. Dito isso, as mídias sociais orgânicas não costumam gerar leads. Se você está procurando por leads, recomendamos que você complemente o seu marketing com mídia paga.

Prós:

O LinkedIn é o ambiente perfeito para se comunicar com pessoas que possuem uma mentalidade voltada para o trabalho. A plataforma também tem o benefício de poder segmentar publicações por cargo, habilidades e setor. Portanto, se essa for a sua intenção, você poderá direcionar as postagens para o público-alvo correto, em vez de todos os seus seguidores verem conteúdo irrelevante.

 

Contras:

Seu público pode não estar tão ativo no LinkedIn, alguns setores são tipicamente mais ativos em certas plataformas, então vale a pena investigar antes de começar. O conteúdo de segmentação é um ótimo recurso no LinkedIn, mas, para segmentar as postagens, você deve ter uma amostra de público de 300 pessoas ou mais. Assim, talvez você não tenha os números de público-alvo para fazer isso quando começar.

 

Quem deve usá-lo:

Uma página da empresa no LinkedIn é um excelente ponto de partida para as mídias sociais B2B e é recomendada para todas as empresas, se o seu público estiver ativo na plataforma. Lembre-se de tomar muito cuidado com a linguagem, ela não precisa ser extremamente formal, mas deve passar profissionalismo.

 

Twitter

 

O Twitter possui cerca de 83% dos profissionais de marketing B2B usando a plataforma. O conteúdo do Twitter é, obviamente, limitado pela contagem de caracteres a 280 caracteres. A audiência do Twitter está acostumada a ver conteúdo mais curto, com 100 caracteres, dizendo receber o melhor engajamento. Os usuários também querem ver personalidade nos posts, é um lugar para mensagens mais descontraídas.

Não concentre seu conteúdo de mídia social em quais produtos você deseja vender ou nos recursos existentes. Em vez disso, pense em quem é seu público-alvo e adapte seu conteúdo de mídia social para essas pessoas. Dessa forma, você pode se concentrar em tendências interessantes do setor, notícias ou questões atuais que são relevantes para o seu negócio, sua cultura e seu público.

Prós:

Twitter é uma plataforma muito mais interativa e em tempo real que permite que você se envolva com seu público de uma forma que você não pode em outros canais sociais. Você pode postar atualizações, responder perguntas e comentar rapidamente, e o uso de hashtags permite que você alcance um público mais amplo.

Você também pode se envolver com empresas, publicações e influenciadores relevantes para ajudar a aumentar o reconhecimento de sua marca.

 

Contras:

A duração de um tweet, em média, é de 18 minutos após a postagem, então você precisa reforçar sua mensagem e publicar um volume maior de conteúdo do que qualquer outra plataforma social. Você precisa de tempo para planejar muito conteúdo ou variar o conteúdo existente para ser notado.

Como o Twitter é uma plataforma em tempo real, você precisa monitorar as interações e estar preparado para responder dentro dos prazos estipulados.

 

Quem deve usá-lo:

A maioria dos negócios B2B encontraria seu público no Twitter. Se o seu público estiver lá, você também deveria estar!

Facebook

 

Como em qualquer outra plataforma, se o seu público estiver usando, você pode se comunicar com eles assim que eles seguirem você. O Facebook constantemente muda seu algoritmo para melhorar a experiência do usuário, e muitas vezes prioriza amigos em detrimento das páginas da empresa. Vimos o alcance diminuir para as postagens de fan pages sem um orçamento pago para apoiar a atividade.

O Facebook pode trabalhar para B2B, mas com certeza você precisa apoiar sua atividade com uma estratégia paga.

 

Prós:

O público do Facebook é enorme e isso significa um grande alcance potencial. Em janeiro de 2017, o Facebook tinha mais de 1,8 bilhão de usuários ativos por mês, então é provável que seu público esteja lá! O Facebook também é uma ótima fonte para a construção de sua marca, e as postagens e postagens sociais podem incluir botões de CTA, como “Compre Aqui” ou “Enviar Mensagem”.

 

Contras:

O Facebook tem algoritmos em constante mudança que determinam qual porcentagem dos seus seguidores vê o conteúdo em seu feed de notícias. É importante manter-se atualizado sobre as mudanças no algoritmo e alterar seu conteúdo de acordo! Por exemplo, o conteúdo de vídeo alocado diretamente no Faceboo terá melhor alcance.

Se o Facebook impedir que o conteúdo da página da empresa seja exibido na atividade principal do feed de notícias, será necessária uma mídia paga para garantir que ele seja visto!

 

Quem deve usá-lo:

Se você tiver o orçamento para implementar uma mídia paga para dar suporte à sua atividade orgânica, a esmagadora maioria do público de negócios B2B estará na plataforma.

 

Instagram

 

Você pode pensar que o Instagram é apenas para empresas B2C, celebridades e blogueiros, mas isso absolutamente não é mais o caso! Também pode passar pela sua cabeça que seu público não está no Instagram, mas será que é verdade? Vejamos.

O Instagram chegou a 700 milhões de usuários (400 milhões diários). Portanto, a menos que seu público-alvo seja realmente um nicho com um determinado nível de idade ou de senioridade, é provável que seus clientes estejam na plataforma!

Na verdade, o grupo demográfico que mais cresce no Instagram é de 30 a 49 anos. Essa é a mesma tendência que o Facebook seguiu no início, então devemos esperar um maior crescimento do público.

Para ter sucesso no Instagram como uma empresa B2B, você precisa se concentrar nos interesses e paixões dos clientes e também procurar atrair um público mais amplo do que sua base de clientes. Você precisa usar imagens atraentes e que não sejam voltadas apenas para produtos ou negócios, mas estejam alinhadas à cultura e aos interesses da sua empresa.

Prós:

O Instagram é ótimo para mostrar conteúdo visual. Aumentar a funcionalidade e um relacionamento com o Facebook significa que você pode publicar conteúdo e histórias ao vivo para manter seu público atualizado.

Contras:

Realmente não é o lugar para a maioria dos produtos B2B serem exibidos. Você precisa ter uma riqueza de conteúdo visual e ótima fotografia para postar. De forma nenhuma poste conteúdo copiado.

Quem deve usá-lo:

Qualquer empresa capaz de produzir bons materiais visuais e que gerem interesse no público alvo. O conteúdo gerado pelo usuário é o santo graal da mídia social e o Instagram não é uma exceção. Então aposte no Instagram se seu público for bastante visual ou simplesmente se você tem uma ótima cultura empresarial e quer mostrar às pessoas o que sua marca representa.

Conclusão

Encontrar a mídia social certa para o seu negócio é basicamente compartilhar sua história e se comunicar com seus clientes em potencial. Os clientes em potencial visitarão seu website, mas também verificarão suas páginas para entender a mensagem, a cultura e o que os outros clientes dizem sobre sua empresa e como você interage com ela.

Certifique-se de que você está sendo exibido como deseja que todos os possíveis clientes vejam sua empresa, sua oferta de produtos ou serviços, e também sua cultura e o que você representa. Verifique se você tem o conteúdo certo nos canais de mídia social mais adequados à sua empresa e setor.

Confira mais conteúdo para fortalecer o seu marketing B2B acessando o nosso blog!

 

 

[Всего: 0   Средний:  0/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.