Marketing e vendas

Psicologia das cores: marketing para conexão com seu público, ferramentas e exemplos inspiradores

Atualizado em 1 de dezembro de 2023 10 minutes

Psicologia das cores: marketing para conexão com seu público, ferramentas e exemplos inspiradores

Um estudo realizado pela Quick Sprout apontou que 85% dos consumidores consideram a cor de um produto o principal fator para comprá-lo. Com isso, percebemos o quanto as cores têm um papel central na decisão de compra dos clientes.

A psicologia das cores diz respeito ao estudo de como as cores afetam de diferentes maneiras o comportamento dos consumidores. Quando falamos de marketing, esse estudo tem como objetivo preparar agentes e equipes de marketing para o uso mais apropriado possível de cores em seus produtos e campanhas, de modo a influenciar as emoções dos clientes da maneira desejada.

Assim sendo, neste artigo, você descobrirá qual é a definição de psicologia das cores no marketing, além de também conhecer mais a fundo sua grande importância. Veremos exemplos para nos inspirar em nosso modo de uso das cores no marketing, maneiras de aplicação desses conhecimentos e o significado das cores para um melhor uso de cada uma delas.

Então, vamos analisar, a seguir, o que exatamente é a psicologia das cores no marketing.

O que é psicologia das cores no marketing?

Como vimos, a psicologia das cores é o estudo que descreve a relação entre as cores e o comportamento humano. Desse modo, conseguimos entender com maior profundidade os efeitos causados por cada cor, desde mudanças emocionais, o despertar de desejos, a tomada de ações, entre muitos outros efeitos.

Levando isso em conta, é fundamental que as empresas e suas equipes de marketing dominem o conhecimento da psicologia das cores. Pois, desse modo, estarão aptas a realizar o melhor brand marketing (marketing de marca) possível, de acordo com seus objetivos específicos.

Vamos, então, analisar alguns antecedentes históricos relativos à psicologia das cores.

História da psicologia das cores

As cores são objeto de discussão desde a Antiguidade, quando Aristóteles classificou o azul e o amarelo como cores primárias, fazendo alusão aos pólos do dia-a-dia: o Sol e a Lua. Então, séculos mais tarde, Isaac Newton elaborou uma teoria das cores, ao descobrir que, quando a luz branca atravessava um prisma, dividia-se em várias outras cores.

Depois de Newton, surgiram outras teorias sobre as cores, como a do poeta alemão Goethe, que começou de fato a analisar quais emoções as cores poderiam desencadear, em relação aos sentimentos e atitudes. De acordo com Goethe, embora as percepções das cores sejam subjetivas, seus impactos na recepção humana são universais. Ainda segundo o poeta, cores como o vermelho e o amarelo são inquietas e causam estímulo, enquanto cores como verde e azul trazem sensação de calma, sendo mais estáticas.

A partir dessa e de outras teorias, a psicologia das cores foi se desenvolvendo e ganhando mais espaços entre as áreas do conhecimento humano. Hoje, é um tema-chave para o marketing, entre muitos outros meios.

Qual é a importância da psicologia das cores no marketing?

Tendo em vista o que foi apresentado até aqui, fica claro que as cores desempenham um papel muito importante durante o processo de reconhecimento de uma marca. A identidade visual de um negócio influencia constantemente as decisões de compra dos consumidores. Sendo assim, é necessário dedicar tempo à escolha de cores para, assim, garantir um bom reconhecimento de marca (brand awareness).

Em pesquisa realizada pela Seoul International Color Expo, 84,7% dos consumidores disseram ser a cor o fator visual mais importante no momento de tomar uma decisão de compra. Com isso, fica evidente o cuidado necessário ao escolher as cores de uma marca, produto ou serviço.

O azul, por exemplo, é a cor mais utilizada entre os maiores negócios do mundo, aparecendo em 33% de 100 marcas. Já o vermelho vem em segundo lugar, sendo usado por 29% das maiores empresas.

Exemplos de sucesso da psicologia das cores

Agora, nesta seção, veremos alguns exemplos de sucesso de uso da psicologia das cores. Desse modo, podemos nos inspirar e aprender mais sobre a influência de determinadas cores nos consumidores.

Coca-Cola e o uso do vermelho

A cor vermelha começou a ser usada pela Coca-Cola ainda em 1890. A empresa, ainda em seu início, pintava de vermelho os barris que continham o xarope usado para fazer seu produto. Desse modo, os fiscais podiam reconhecer facilmente os barris da Coca-Cola, sem confundi-los com barris de bebidas alcoólicas.

Fonte: Logos
Fonte: Logos

A Cola-Cola optou, então, por levar a cor vermelha adiante, como marca registrada de seu produto. O vermelho é uma cor de uso recorrente no mercado, relacionada à fome e à paixão. É uma cor especialmente capaz de despertar a ação, por ser um tom quente, que chama a atenção. Tanto que é utilizada também em sinalizações urgentes, devido ao seu poder de se destacar e captar atenção.

McDonald’s e o uso do amarelo e do vermelho

O amarelo, quando usado sozinho, transmite a ideia de acolhimento e otimismo, além de indicar também cuidado e atenção. Mas, quando combinado, adquire uma capacidade de estimular o apetite. E, como vimos, o vermelho, da mesma maneira, pode se relacionar à fome. Assim sendo, a escolha dessa combinação explica o sucesso de uma das maiores redes de fast food do mundo: o McDonald’s. As cores influenciam os clientes em potencial a prestar atenção no estabelecimento, ao mesmo tempo em que abrem o apetite e despertam o desejo.

Nike e o uso do preto e branco

Já outro case de sucesso, no que diz respeito à escolha da paleta de cores, é a Nike. A empresa combina duas cores de influência poderosa: o preto e o branco. Enquanto o preto está ligado à força, elegância e inovação, o branco reflete competência, tranquilidade e organização. Além disso, ambas as cores podem ser facilmente combinadas, ressaltando-se mutuamente. Com isso, a marca é capaz de influenciar seus consumidores, criando, por meio da psicologia das cores, uma autoimagem positiva de confiabilidade, robustez e elegância.

Fonte: Dreamstime
Fonte: Dreamstime

Como aplicar a psicologia das cores em sua marca?

Provamos, anteriormente, o imenso poder que as cores têm sobre o comportamento humano. Mas como usar, então, as cores a nosso favor? Descobriremos a seguir como realizar a melhor utilização das cores, de acordo com seus efeitos psicológicos.

Conectando-se com seu público através da cor

Para saber como se conectar com seu público-alvo da melhor forma, é necessário conhecer mais profundamente os significados das cores. Assim, você será capaz de realizar campanhas conscientes que, por meio das cores, influenciem os consumidores da maneira desejada. Então, vamos ver, a seguir, um resumo de quais são os sentimentos e ideias que cada cor transmite.

  • Vermelho: excitação, energia, amor, poder, calor, desejo, paixão, raiva, fúria, ira, guerra, violência, fogo, perigo, sangue, velocidade, agressão;
  • Laranja: equilíbrio, calor, entusiasmo, vibração, energia, humor, extravagância, excessivo;
  • Amarelo: alegria, felicidade, otimismo, idealismo, relaxamento, conhecimento, sabedoria, esperança, imaginação, claridade, covardia, traição, desonestidade, engano, doença, perigo, cobiça;
  • Rosa: satisfação, romantismo, charme, feminilidade, delicadeza, leveza, inocência, amor, saúde, felicidade;
  • Verde: orgulho, autoconsciência, saudável, meio ambiente, renovação, vigor, juventude, generosidade, calma, cura, fertilidade, inveja, destruição, imaturidade;
  • Roxo/Violeta: espiritualidade, misterioso, transformação, conhecimento, sabedoria, erotismo, nobreza, luto, poder, sensibilidade;
  • Azul: tranquilidade, paz, estabilidade, harmonia, calma, limpeza, ordem, céu, tecnologia, frio, fé, espiritualidade, lealdade, depressão;
  • Marrom: terra, casa, ar livre, resistência, confiabilidade, conforto, materialismo, simplicidade, excitação;
  • Branco: respeito, amor, sim, limpeza, paz, humildade, inocência, juventude, nascimento, bom, frio, proteção, pureza;
  • Preto: sofisticação, formalidade, não, mistério, sexualidade, poder, elegância, riqueza, profundidade, estilo, raiva, remorso, tristeza;
  • Prata: fascínio, diferença, riqueza, suavidade, maciez, glamour;
  • Ouro: extravagância, calor, preciosidade, prosperidade, grandeza.

E, além de conhecermos os efeitos das cores, podemos enxergá-los de forma ilustrativa na roda das emoções, desenvolvida pelo autor Robert Plutchik.

10 maneiras pouco conhecidas de obter mais engajamento do público.

Compreendendo seu público-alvo

Para definir a melhor forma de influenciar seus consumidores por meio da psicologia das cores, é necessário, primeiramente, conhecer o seu público-alvo. Você deve traçar estratégias para analisar as características do seu público, desde suas demandas, dores e necessidades até suas características, rotinas etc. Desse modo, será possível delinear qual é a persona para a qual o seu negócio está direcionado.

Tendo definido sua persona, será muito mais fácil saber qual é o melhor modo de realizar o seu posicionamento de marca, isto é, como sua marca deve se portar para conseguir estabelecer um vínculo saudável e duradouro com o público-alvo. Assim, também será possível trabalhar para desenvolver, com base nas informações colhidas, meios de tornar a jornada do comprador mais intuitiva, dinâmica e agradável, de modo a fidelizar clientes e gerar mais leads.

E, é claro, as cores, como vimos, têm papel central em todos esses passos de atração do público-alvo. Por isso, vamos ver, agora, como combinar as cores às emoções do seu público.

Combinar as cores com as emoções e o comportamento do seu público-alvo

Durante o processo contínuo de atração do público-alvo, o uso da psicologia das cores é um definido do sucesso ou fracasso das suas campanhas publicitárias. Por isso, com base nos conhecimentos dos efeitos psicológicos de cada cor dispostos neste artigo, você deve escolher cores que transmitam a essência da empresa, sua cultura e seus valores.

Por isso, é importante realizar “testes de cor” em suas campanhas de marketing, pois, com o uso embasado e consciente das cores, você poderá direcionar seus potenciais consumidores, provocando mudanças de humor, instigando desejos e recuperando memórias. Com isso, seus clientes sentirão um vínculo mais profundo com a empresa, o que trará a você um reconhecimento de marca extremamente positivo.

Ao selecionar as cores da marca, você pode, por exemplo, padronizar as campanhas publicitárias, de modo a introduzir os leads ao seu funil de vendas. E, para facilitar esse processo e ajudar você a alavancar o seu negócio, a SendPulse oferece um excelente construtor de landing page, para que você crie um design de site único e responsivo. A plataforma da SendPulse é extremamente intuitiva e traz diversos recursos e serviços, permitindo que você progrida com a sua empresa de modo simples e garantido.

Template de construção de landing page com uso da psicologia das cores
Template de construção de landing page com uso da psicologia das cores

Escolha de ferramentas para aplicação da psicologia das cores

Um ponto importante no processo de aplicação da psicologia das cores é a escolha das ferramentas mais adequadas, de acordo com suas necessidades e intenções. Por isso, vamos ver, agora, algumas das melhores ferramentas para aplicação da psicologia das cores.

Adobe Color CC

O Adobe Color CC é um site fornecido pela Adobe. Nele, você tem acesso a paletas prontas e desfruta de uma ferramenta avançada que permite variações de até 5 cores por vez.

Com ele, é possível realizar composições monocromáticas, tríades, compostas, complementares, análogas, variações tonais ou personalizadas.

Fonte: UXPro
Fonte: UXPro

ColorZilla

O ColorZilla, por sua vez, não é um plataforma, mas, sim, um plugin. Ele permite que você capture uma cor do seu navegador, sem a necessidade de fazer prints. Desse modo, você pode adquirir qualquer cor pela qual sentiu interesse em qualquer site.

Ele pode ser utilizado nos navegadores Google Chrome e Mozilla Firefox.

Material Design Colors

Este é um site onde é possível elaborar variações tonais para o seu projeto. A ferramenta também garante um aspecto moderno com sua aplicação, trabalhando com o estilo Flat Design, que vai desde cores até elementos gráficos, sendo um dos modelos de design digital mais inspiradores da atualidade.

ColourCode

O ColourCode é uma ferramenta mais simples, porém ainda extremamente útil. Trata-se de um site que auxilia você na busca de cores para o seu projeto visual, fornecendo também o código RGB de cada cor imediatamente.

Tendo conhecimento de algumas das melhores ferramentas para aplicação da psicologia das cores, vamos discutir, abaixo, o impacto da cor nas taxas de conversão.

O impacto da cor nas taxas de conversão

Para que você utilize a psicologia das cores de modo embasado e consciente, é necessário mensurar constantemente os resultados do seu negócio. Assim, você conseguirá metrificar as taxas de conversão de cada campanha, produto ou serviço, vendo como diferentes cores performaram de diferentes maneiras junto ao público-alvo.

Para isso, é extremamente importante realizar testes A/B, comparando resultados e encontrando a composição de cores que traga melhores resultados. E, para isso, a SendPulse pode ser de grande ajuda: com o nosso serviço de CRM, você poderá acompanhar seu relacionamento com sua base de clientes, ver o que precisa ser modificado em questão de cores e outros aspectos dessa relação.

Use a psicologia das cores de forma inteligente

Com este artigo, você descobriu a importância que a psicologia das cores tem para o marketing e o branding, levando em conta toda a sua capacidade de influenciar o comportamento humano. Conhecemos um pouco sobre a sua origem, além de ver exemplos de sucesso de sua aplicação. Também abordamos maneiras de aplicar a psicologia das cores, quais são as melhores ferramentas e muito mais.

Agora, você conhece o efeito e o poder das cores, e será capaz de traçar estratégias para o seu negócio levando todo esse conhecimento em consideração. E a SendPulse está com você, oferecendo ótimos serviços personalizáveis para campanhas de e-mail marketing, SMS, web push, além de um excelente construtor de landing page, chatbots e pop-ups inteligentes. Você pode usufruir de todos esses serviços e aplicar a psicologia das cores, deixando-os personalizados conforme a sua preferência e a do seu público.

Data da publicação:

17 de fevereiro de 2023

Fernando Santos

Copywriter e jornalista apaixonado por comunicação

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...
Classificação média: 5/5
Votos totais: 8

Compartilhar:

Facebook Twitter