Cold Mailing: A técnica que pode te ajudar a conquistar mais clientes!

Desde o crescimento da internet uma das formas mais utilizadas pelas empresas para desenvolver uma relação com o cliente é através do e-mail, não é mesmo? E mesmo com o crescente aumento das redes sociais essa ainda continua sendo uma forma eficaz de contato, principalmente no âmbito corporativo.

Mas será que todos os e-mails são iguais? Essa pergunta é muito importante e sua resposta é uma só, os e-mails não podem ser iguais. Isso porque tudo vai depender do motivo pelo qual você está enviando sua mensagem e a técnica do Cold Mailing prova que é necessário diferenciar a sua estratégia dependendo dos seus objetivos. Quer saber mais sobre ela? Confira a seguir!

O que é Cold Mailing?

O Cold Mailing é um processo que trabalha construindo as tentativas de iniciar uma conversa com um potencial cliente, via e-mail. Quando dizemos potencial é porque para que sua mensagem se encaixe nessa categoria é importante que o envio seja para uma pessoa que não tenha tido nenhum contato anterior.

Ou seja, o Cold Mailing vai servir com uma verdadeira prospecção para encontrar novos clientes que precisem dos seus produtos ou serviços para resolver algum problema que ele tem. Mas, claro, como este é o seu primeiro contato com esse lead é importante tomar alguns cuidados essenciais ao trilhar esse caminho.

O primeiro deles é entender que o Cold Mailing não é um spam. O chamado spam é caracterizado por e-mails enviados genericamente e em massa, com promessas completamente vazias e abordagens sem nenhuma personalização, que normalmente são identificados pelos próprios serviços de e-mail ou pelo usuário como não confiável ou desinteressante e acabam indo parar no lixo eletrônico.

No caso do Cold Mailing, por exemplo, é essencial que os e-mails sejam enviados apenas para uma lista de leads qualificados, com que você enxergue um potencial e que realmente deseje criar uma conexão, utilizando uma abordagem personalizada. E qual é a diferença entre ele e o E-mail Marketing?

A principal diferença é que o E-mail Marketing é uma categoria de e-mail enviada para uma base de contatos que a empresa já possui. Normalmente formado ou por pessoas que já foram clientes em algum momento, que seguem utilizando de seus serviços ou que se inscreveram para receber um conteúdo exclusivo, ou seja, essas pessoas já conhecem a sua empresa por este motivo é comum que nessa categoria sejam enviados newsletters e materiais com bons conteúdos, que tem o objetivo de nutrir aquele lead.

No Cold Mailing, você ainda precisa conquistar essa pessoa, para que assim inicie esse processo de nutrição. Por isso é interessante utilizar diversas técnicas como, por exemplo, a chamada AIDA, Atenção, Interesse, Desejo e Ação para conquistar esse novo cliente em potencial.

A importância da personalização

Outro ponto essencial no Cold Mailing é a personalização. Ela precisa ser genuína e verdadeira, é necessário mostrar para aquele lead que você realmente se empenhou para o conhecer melhor antes de fazer o envio do e-mail.

No momento do envio se pergunte o motivo do seu contato com aquela pessoa, isto vai trazer muito mais clareza de como abordar determinado assunto e qual é a melhor maneira de falar especialmente com seu futuro lead.

Lembre-se uma mensagem é assertiva quando a pessoa do outro lado entende que você está conversando especificamente com ela e não apenas a colocando em mais uma lista de e-mails sem nenhum fundamento, afinal por dia a pessoa provavelmente recebe diversos e-mails. O que torna o seu contato diferente de todos os outros? É exatamente isto que deve buscar.

Busque um objetivo e uma relevância na sua mensagem

Ao entrar em contato com o seu possível lead não adianta fazer um “textão” apenas falando sobre a sua solução ou simplesmente colocando logo no início do e-mail uma mensagem como: “para conhecer mais sobre a nossa empresa, clique aqui”, o nome é Cold Mailing, mas a sua mensagem precisa ser a mais calorosa possível, por isso é essencial perceber que sua mensagem tem que ser sobre o seu futuro cliente e suas dores e não sobre você.

Também é essencial falar de um problema dentro de um contexto, afinal o melhor empreendedor é aquele que consegue se comunicar dentro do universo de seu lead. Se atente aos detalhes, pois a falta deles pode causar uma impressão ruim logo de início, o que pode ser praticamente impossível de tirar futuramente.

Por exemplo, ao enviar o seu Cold Mailing entenda com quem está falando, não envie uma mensagem para um contato afirmando que aquela pessoa foi a determinado evento se ela não foi. Este tipo de gafe torna a relação estranha entre as partes e o potencial cliente pode perder o interesse logo de cara ou entender que você não está interessado realmente nele, mas está, como muitos vendedores, apenas o enxergando como mais em sua lista.

Além disso, busque um objetivo claro de contato, o Cold Mailing não é uma forma de e-mail para vender diretamente o seu serviço, lembre-se que está em fase de prospecção, então foque primeiramente em marcar uma reunião com ele para que te conheça melhor.

Por esse motivo é interessante em sua mensagem trazer uma solução para o problema dele, um caminho para a solução ou até mesmo uma conversa sobre esse problema. Dentro do contexto desejado ainda é necessário adequar a sua comunicação a seu público alvo, caprichar no layout da mensagem e procurar escrever um texto muito limpo e claro, sem muitos links, novamente pensando que o objetivo não é a conversão, mas sim entender o problema pelo qual aquela pessoa precisa resolver.

Crie sua lista de e-mail

Outra dica que pode fazer toda a diferença no momento do envio é criar a lista própria de e-mail, nunca compre listas, elas provavelmente não possuem nenhum direcionamento de acordo com o perfil certo do comprador para um produto ou serviço, o que fará com que todo o seu trabalho não possua nenhum resultado efetivo.

Ao fazer a criação de sua lista é importante: Identificar o tipo de empresa que atende a seus critérios, a função da pessoa que deseja entrar em contato, uma dica que pode ajudar muito a realizar um estudo e análise sobre lead é utilizar plataformas como, por exemplo, o LindkedIn para obter as informações necessárias sobre determinada empresa e encontrar as pessoas ideais.

Busque uma linguagem acessível

Conseguiu criar uma lista poderosa para seus envios? Então agora chegou o momento de engajar o seu futuro lead. E como isso pode ser feito? É necessário ter uma estratégia para alcançar duas boas métricas, a de open rate, a porcentagem de e-mails abertos entre os enviados e de reply rate, a taxa de respostas de e-mail.

E todo esse processo se inicia com o assunto de seu Cold Mailing, para isto é necessário que o mesmo seja criativo, atraente e informativo, mas sem entregar tudo que deseja logo de cara. Ele, claro, precisa ser relevante para a sua mensagem e focado no contexto de seu lead, não adianta colocar qualquer frase de impacto para tentar chamar atenção.

Por falar em frases de impacto, cuidado com elas, fale sempre mais sobre o seu futuro lead e seus problemas. No geral é importante que o assunto da sua mensagem trabalhe com o senso de oportunidade, uma técnica que também pode funcionar é um gatilho mental que gere medo, incerteza ou dúvida sobre o que pode acontecer se essa pessoa não solucionar o problema pelo qual está passando.

Mas cuidado, muitos especialistas dizem que neste tipo de e-mail não é tão interessante utilizar o nome do lead no assunto, isto porque pode fazer com que as pessoas associam a um e-mail marketing e tire inclusive o seu senso de urgência. Algo que pode funcionar muito é nesse momento personalizar com o nome da empresa. Além disso, um recurso que pode ajudar nesse processo é o uso de perguntas e, claro, sempre mantenha as suas promessas ali descritas, nada de assunto sensacionalista.  

No momento de escolher o seu assunto pense: Ele realmente reflete o conteúdo real do e-mail? Se você recebesse este e-mail em sua caixa o enviaria direto para a lixeira? Você enviaria este e-mail a um amigo ou colega? Isto pode ajudar muito a trabalhar com os elementos da mensagem. Quanto às taxas de abertura, elas dependem de alguns fatores como: nome do remetente, relevância para o destinatário, filtros de e-mail da empresa, anexos no e-mail, entre outros. 

Pense em um CTA (Call To Action) simples

O seu objetivo principal com a Cold Mailing é obter uma resposta do cliente em potencial, então é preciso prestar atenção na chamada para a ação, evite frases como: “Comece seu teste gratuito” no final de seu e-mail.

Essas chamadas podem gerar conversões em situações comuns, mas neste caso você está entrando em contato com uma pessoa que ainda não conhece sua empresa, por isto é preciso que a conquiste antes de tentar vender algo. Confira alguns CTAs que pode ajudar neste caso:

  • Quer saber mais? Podemos entrar em contato em uma ligação de 15 minutos. 
  • Se estiver interessado, responda este e-mail e enviarei mais informações. 
  • Se precisar de um serviço como este, basta responder e podemos agendar uma chamada.
  • Você gostaria que eu lhe enviasse um estudo de caso?

Envie uma sequência de e-mail

E por fim é interessante pensar no envio de uma sequência de e-mail, para isto é sempre bom buscar uma plataforma como a SendPulse. Isto porque nós podemos oferecer recursos para que programe seus e-mails para que o envio chegue para seu destinatário no momento certo, sem encher sua caixa de e-mails.

Isto é muito importante justamente porque não é sempre que seu cliente em potencial responde o seu primeiro envio. Muitas coisas podem fazer com que ele não tenha conseguido acessar a sua mensagem e isso não necessariamente significa que o mesmo não tem interesse em seu produto ou serviço.

Por este motivo é legal continuar tentando um contato. Aqui na SendPulse, por exemplo, é possível personalizar o acompanhamento de e-mails e programar para disparar no período em que deseja, quando um cliente que não abriu o seu e-mail anterior. O interessante é pensar em períodos espaçados, para não parecer que está forçando uma relação com o cliente em potencial.

O Cold Mailing realmente pode ser uma ótima oportunidade para conquistar ainda mais clientes para a sua empresa, seguindo estes passos com certeza você vai conseguir excelentes resultados. Pense, forme a sua estratégia, não pule nenhuma destas etapas e com certeza em breve vai conseguir colher os frutos de todo este trabalho.

[Total: 2   Average: 1/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.