Eis que você escreve um e-mail fantástico sobre uma promoção que a sua empresa está fazendo e o envia para a sua lista. Então, você está certo de que este e-mail irá aumentar as vendas desta promoção ante a semana e todos os seus clientes vão amá-lo.

Mas, 24 horas depois de enviar o e-mail… Nada acontece. Igualmente como antes, sua conversão de vendas está baixa – quase nenhuma conversão aconteceu – e você fica imaginando onde será que errou.

Conversando com Marco Guimarães, CEO da Mkart, uma empresa especializada em marketing digital e link building, conseguimos extrair algumas dicas valiosas relacionadas a conversão de e-mail marketing.

O que eu fiz de errado?

É comum as pessoas pensarem que sua ferramenta de e-mail marketing é que está causando o problema das vendas. 

No entanto, muitas vezes o erro não está na ferramenta, mas sim nos processos e maneira de aplicar as estratégias. 

Por isso, neste post vamos te mostrar 8 dicas que você pode aplicar em suas campanhas de E-mail Marketing, sobretudo para ampliar as conversões em vendas.

Por que a sua campanha de e-mail marketing não está trazendo resultados?

Com toda a certeza, pode existir um grande número de razões pelas quais sua campanha de e-mail marketing não está lhe trazendo as conversões em vendas como você esperava.

Primeiramente, de alguma forma, pode ser que você não esteja dando aos seus assinantes uma razão convincente para abrir os seus e-mails.

Todo mundo vive com caixas de e-mail lotadas

Com efeito, encarar a verdade: qualquer pessoa recebe, em média, provavelmente em torno de uns cem e-mails por dia, senão mais. Logo, se você não conseguir ser suficientemente chamativo diante de suas caixas lotadas de e-mail, você pode realmente apostar de que eles não vão nem abrir.

Você não sabe quem são os seus contatos

Antes de mais nada, é bem possível que você esteja enviando e-mails para as pessoas erradas.

Uma razão fundamental pela qual uma pessoa cancela a assinatura em uma lista de e-mails, ou simplesmente deixa de abri-los, é porque não se interessa pelo assunto. Por isso, certifique-se de que você conhece a sua lista de contatos e seus respectivos interesses.

A sua mensagem não é relevante

Finalmente, exemplificamos outra razão pela qual sua campanha de e-mail marketing tem tido um desempenho bem ruim. É porque as pessoas não sentem mais que seus e-mails são relevantes para elas.

Jason Chow, Chefe de Marketing e Alcance na HostScore, explica que esse é um erro muito comum, que mesmo os marqueteiros mais experientes cometem.

O que devo fazer para dar relevância ao e-mail?

Primeiro, você não precisa convencer potenciais clientes de que seu produto ou serviço é o melhor disponível no mercado. Seus potenciais clientes querem saber o que há de bom para eles, e de que forma eles vão se beneficiar com o seu produto.

Se você não fala sobre nada disso em seu e-mail, eles não irão se converter em vendas.

Mostre ao seu consumidor o porquê ele deve abrir o e-mail

Em resumo, as pessoas só abrem e-mails e clicam nos links e promoções de marcas e negócios porque veem algum benefício em fazê-lo. Portanto, se você não está mostrando de forma clara os benefícios para o seu consumidor, então, você não verá nenhum destes e-mails se converter em vendas.

Como melhorar a taxa de conversão da sua campanha de e-mail marketing

De fato, agora você viu algumas formas para diagnosticar os problemas na sua campanha de e-mail marketing. 

Em seguida, vamos abordar oito dicas rápidas para colocá-lo no caminho certo e construir campanhas de e-mail com um melhor desempenho.

1 – Use o seu nome como remetente

Primeiramente, uma coisa fácil que você pode implementar agora mesmo é dar um toque mais humano para as suas campanhas de e-mail.

Experimente usar o seu nome real em vez do nome de seu negócio como remetente do e-mail, você aumenta taxa de abertura de e-mails em 35%.

2 – Tire vantagem do texto de pré-visualização

O texto de pré-visualização é aquele que contém umas poucas palavras que as pessoas podem ver desde a caixa sem precisar abrir o seu e-mail.

Se o seu editor de e-mail permitir, você pode editar o texto de pré-visualização enquanto constrói a sua campanha. Por outro lado, se o seu editor de e-mail não contar com tal ferramenta, você pode resolver o problema de forma simples: fazendo com que primeira linha do seu e-mail seja interessante e convincente.

Dicas importantes para a pré-visualização

Por exemplo, algumas sugestões de ideias para textos de pré-visualização que você pode usar para atiçar a curiosidade do seu leitor e fazer com que eles abram seus e-mails:

  • Faça uma pergunta;
  • Dê uma dica sobre um anúncio surpreendente;
  • Use palavras que induzem o leitor à curiosidade;
  • Passe um senso de urgência.

3 – Limpe a sua lista regularmente

Outra estratégia-chave para manter uma lista de e-mails saudável é regularmente retirar “assinantes frios”. São pessoas que não tiveram qualquer engajamento com os seus e-mails ou com a sua marca nos últimos três meses.

Por consequência, esses assinantes frios podem seriamente derrubar a sua taxa de conversão global ao longo do tempo. Imagine quanto dinheiro você pode economizar se simplesmente retirar assinantes que apenas ocupam espaço na sua lista de e-mails sem interagir?

4 – Segmente sua lista de e-mails

Quando você, além disso, segmenta sua lista de e-mails de acordo com diferentes características, tais como metas, interesses, ou gênero, você poderá criar e-mails altamente personalizados que aumentam suas chances de converter assinantes em clientes.

Como dividir sua lista?

Você pode fazer esse segmento de assinantes baseado no formulário que os levou a entrar para a sua lista de e-mails: por exemplo, você poderia colocar pessoas que assinaram um formulário para receber e-mails de marketing em um segmento de lista chamado “Marketing de e-mail”, enquanto aqueles que optaram pelo contato através de redes sociais, poderão estar em um segmento chamado “Redes Sociais”.

Desta forma, você poderá enviar e-mails mais relevantes para assinantes de acordo com o seu segmento, e aumentar as taxas de abertura dos e-mails e dos links que eles contém.

5 – Faça com que os testes A/B sejam um hábito

Se você não estiver fazendo os testes A/B de uma forma convincente no seu e-mail marketing , agora é o momento ideal para começar.

A linha “assunto” no e-mail é a coisa que você mais frequentemente deve testar, mas, também, tenha em mente experimentar as seguintes coisas:

  • Momento de envio. Você pode experimentar diferentes dias e horários para enviar os seus e-mails, assim descobrindo em qual momento você tem maiores taxas de aberturas e de cliques;
  • Links no e-mail. Veja quais links a sua audiência está abrindo nos e-mails, o que te dará diferentes insights para campanhas futuras.
  • Imagens. Às vezes, um design diferente gerará melhores conversões. Um bom web designer conseguirá brincar com diferentes imagens e vídeos em suas campanhas. Isso certamente o ajudará a ter insights sobre onde as pessoas geralmente clicam.

6 – Tenha um CTA claro e convincente

Uma coisa que está presente nas melhores práticas de automação de e-mail marketing é incluir CTAs (call to action) claros e persuasivos. Logo, para otimizar conversões e cliques, use termos como “Compre agora”, “Clique para ler”, ou “Veja agora”.

Espalhe seus CTAs em diferentes partes do e-mail e se assegure de que há contraste – como botões brilhantes ou links negritados – que sinalizam algum tipo de ação que sua audiência deve tomar.

7 – Melhore suas habilidades de copywriting

O copywriting pode contribuir bastante para aumentar suas taxas de conversão. Logo, se você já conseguiu com que sua audiência abra os e-mails, você deve persuadi-los agora até o fim.

Qualquer que seja o objetivo do seu e-mail, pratique melhorar sua habilidade de copywriting em cada campanha para consistentemente obter melhores resultados.

8 – Custo-benefício primeiro, vendas depois

Em último lugar, mas não menos importante, você deve sempre melhorar o custo-benefício que suas vendas representam muito antes de fazê-las.

Convença a sua audiência de que você é uma sumidade em certo tópico, dê-lhes uma mãozinha através de recursos gratuitos ou dicas, e sempre pense em como o seu e-mail – ainda que tenha uma natureza focada em vendas – pode trazer benefícios às suas vidas.

Reflita sobre os benefícios do seu produto

Em suma, para fazer isso, sempre pense sobre os benefícios do seu produto, em vez de suas características. Fale à sua audiência sobre as transformações que eles podem esperar quando compram de você, ou quando clicam naquele link, ou trabalham com você.

Por isso, sempre esteja focado em ajudar a sua audiência. Deste modo, suas vendas e conversões irão disparar.

Abordagens-chave

Concluindo, se você não está vendo os resultados que você quer em suas campanhas de marketing, primeiramente observe a sua estratégia atual e veja onde pode melhorar. Reveja as dicas listadas nesse artigo para começar. Depois, com o tempo, enquanto você implementa melhores estratégias e técnicas, você verá suas taxas de conversão subindo loucamente de forma rápida.

Artigo escrito por Caio Nogueira, CMO da agência web UpSites.

[Всего: 0   Средний:  0/5]

15000 e-mails gratuitos todos os meses.