Ferramentas úteis

6 Dicas para Otimizar o Funil de Conversão do Seu Site para Mais Leads

12 minutes

6 Dicas para Otimizar o Funil de Conversão do Seu Site para Mais Leads

Se sua empresa vende produtos online ou depende de clientes que se inscrevem em um serviço, você precisará de um funil de conversão de site eficaz para levá-los da sua landing page ao checkout ou à página de inscrição. Todos os sites que vendem produtos ou serviços têm um funil de conversão, então você não precisa se preocupar em criar um do zero. Mas você precisa otimizar o funil para maximizar as conversões.

Com um funil de conversão de site otimizado, você venderá mais produtos evitando que os clientes desistam devido a pontos fracos. Por exemplo, se sua landing page e call to actions forem excelentes, mas seu processo de checkout for complicado e não confiável, muitos clientes o abandonarão ali.

Dicas para ajudar você a otimizar o funil de conversão do seu site

Um funil de conversão de site refere-se à jornada de um cliente desde o acesso ao seu site até a compra. Se um estágio do seu funil de conversão for fraco, isso afetará todo o processo e levará a perda de oportunidades de conversão.

Continue lendo para descobrir como realizar a otimização da taxa de conversão em cada estágio do funil de conversão do seu site.

Deseja aumentar suas vendas?

Com a SendPulse, você pode alcançar seu público-alvo enviando vários tipos de mensagens através de um canal de comunicação que eles preferem: campanhas de e-mail, notificações web push, SMS e chatbots.

Analise seus elementos de confiança

Os clientes geralmente têm dificuldade em distinguir sites confiáveis ​​de golpes e varejistas online não confiáveis de varejistas tradicionais. Portanto, você precisa garantir a seus clientes que eles podem confiar em seu site para fazer a conversão.

O primeiro elemento de confiança que você deve analisar são as opiniões de seus clientes. Eles geralmente fazem compras com base em provas sociais, portanto, é essencial garantir que suas avaliações e depoimentos inspiram confiança na empresa. Veremos provas sociais com mais detalhes na próxima seção.

Testes de produtos de fontes confiáveis ​​também ajudam a garantir aos clientes a legitimidade do seu site. O uso de selos de confiança como Norton Secured, McAfee Secure e Rainforest Alliance garante aos clientes a segurança e a legitimidade do seu site, pois as marcas do selo são bem reconhecidas.

Se você ainda não possui um relevante para o seu setor, considere obter um para o seu site 一 diferentes selos de confiança exigem diferentes tipos de certificação.

Os clientes são cautelosos ao enviar seus detalhes de pagamento para sites em que não confiam. Você pode aumentar a confiança do cliente em seu sistema de pagamento exibindo os logotipos de seus processadores de pagamento.

Exibir selos de confiança aumenta a confiança do cliente
Exibir selos de confiança aumenta a confiança do cliente

Os selos Mastercard, Visa, Apple Pay e Google Pay ajudam muito a criar confiança em seu processo de checkout. O uso de fatos e números atualizados sobre seus produtos e empresa, em geral, também pode ajudar a aumentar a confiança do usuário.

Use prova social

Se você deseja converter, seus clientes precisam ter certeza de que obterão um bom produto por um preço razoável. Eles podem ser fortemente influenciados pela emoção, portanto, é essencial apoiar a emoção com prova social.

A prova social inclui depoimentos positivos e avaliações de clientes. Você precisa garantir que os clientes em potencial os vejam no estágio certo do funil de conversão. Suas vendas, páginas principais e landing pages são os melhores lugares para seus depoimentos positivos e avaliações. Esse é um truque usado por grandes marcas como a Shopify.

A Shopify usa depoimentos como prova social na sua landing page
A Shopify usa depoimentos como prova social na sua landing page

Você também pode incluir sua prova social em e-mails promocionais. A maneira mais eficaz de fazer isso é enviar e-mails recorrentes. Usar avaliações de fontes confiáveis ​​como Trustpilot é uma boa ideia, mas avaliações internas também podem ser muito eficazes.

Considere também a qualidade da sua prova social. Os depoimentos e avaliações de clientes refletem a imagem desejada do seu produto ou serviço? Caso contrário, você terá que selecionar provas sociais que reflitam a imagem da sua marca. Você pode oferecer incentivos por e-mail para encorajar os clientes a deixar comentários e oferecer depoimentos.

Defina metas claras no Google Analytics

Analisar o Google Analytics é a melhor forma de monitorar a eficácia do seu funil de conversão. Mas você precisa definir metas claras, ali, para garantir o progresso desejado. Portanto, o primeiro passo é analisar seu Google Analytics atual e ver onde você está.

Para definir metas claras no Google Analytics, você precisa fazer login na sua conta e clicar em Administrador. Uma vez na página do administrador, você precisa navegar até a visualização desejada. Em seguida, clique em “Metas” e adicione uma nova meta ou atualize uma existente.

Como definir metas no Google Analytics Fonte: YouTube
Como definir metas no Google Analytics Fonte: YouTube

Existem três opções para criar metas:

  • template de metas usado para definir metas acionáveis para objetivos de negócios padronizados;
  • metas personalizadas que permitem definir seus parâmetros para elas;
  • metas inteligentes que permitem medir conversões explícitas para otimizar sua oferta, anúncios, site e desempenho do Google Ads;

Você precisará verificar sua meta, independentemente do tipo dela. A verificação irá calcular uma taxa de conversão para ela com base em seus dados recentes, dos últimos sete dias. Depois que a meta for criada e verificada, ela começará a registrar os dados.

Identifique suas zonas de desistência

As zonas de desistência são os pontos em que os clientes em potencial abandonam o processo de conversão. Corrigir essas zonas de desistência aumenta suas conversões, por isso é vital que elas sejam identificadas e corrigidas.

A melhor maneira de identificar suas zonas de desistência é simplesmente observar seu Google Analytics para ver onde o tráfego cai durante o processo de conversão. Se sua landing page tiver muito tráfego, mas suas páginas de produtos tiverem pouco, o link entre a landing page e a página do produto pode ser o problema.

Você também pode usar gravações de tela do comportamento do cliente para identificar as zonas de desistência. Assisti-las pode ser tedioso, mas ver onde e por que os clientes desistem durante o processo de checkout será mais fácil. Por exemplo, o link da página do produto pode ser colocado de forma estranha ou pode haver muitas etapas para chegar à página de pagamento.

Além disso, certifique-se de que seu design seja flexível, responsivo e atraente para seu público. Ele pode estar fazendo com que seus clientes saiam do processo de conversão. Você precisará aprender sobre as melhores práticas de design de sites para empresas B2B e B2C para evitar que isso aconteça.

Um construtor de landing pages simples, mas poderoso

Crie uma landing page, loja online ou link de página para bio do Instagram e os promova enviando o link para os seus assinantes através de e-mail, SMS e mensagens de chatbot 一 em uma única plataforma.

Tenha menos passos

Todos nós já ouvimos que a simplicidade é vital, o que também se aplica aos funis de conversão de sites. Se um cliente for forçado a passar por muitas etapas para chegar ao produto que deseja, é mais provável que abandone o processo de conversão. Portanto, uma análise minuciosa de quantas etapas um cliente deve seguir para passar pelo funil de conversão é essencial.

Como fazer isso?

Primeiro, identifique cada etapa. Em seguida, identifique o objetivo de cada uma delas. Pergunte a si mesmo, cada passo é necessário? Várias etapas podem ser combinadas em uma?

Depois de realizar essa análise, você pode agilizar o processo para diminuir o número de zonas de desistência.

Ofereça um programa de fidelidade

Os clientes adoram se sentir valorizados e adoram recompensas. Quando eles se sentem valorizados e recebem recompensas suas, é mais provável que sigam o funil de conversão do seu site e façam compras. É aí que os programas de fidelidade podem ajudá-lo. A melhor forma de anunciá-los é por e-mail, mas existem outras opções.

Aqui está um exemplo de um esquema de fidelidade da Old Navy:

A Old Navy usa e-mails para promover seu programa de fidelidade Fonte: Drip
A Old Navy usa e-mails para promover seu programa de fidelidade Fonte: Drip

O esquema de fidelidade mostra as vantagens de se manter leal a loja. Mostrando seus benefícios é mais provável obter o envolvimento do cliente.

Deseja aumentar seu engajamento?

Envie até 15 mil e-mails personalizados e segmentados para 500 assinantes por mês gratuitamente.

Você pode oferecer diferentes recompensas através do seu esquema de fidelidade, incluindo descontos. Mas você precisa vincular o programa de fidelidade de volta ao seu funil de conversão. Um desconto entregue por e-mail, por exemplo, levará seu cliente direto para a página de vendas do seu funil de conversão.

É muito mais provável que você converta se o seu programa de fidelidade contornar os estágios e levar o cliente diretamente ao produto. Portanto, oferecê-lo é vital para otimizar o funil de conversão do seu site.

Melhores práticas para um funil de conversão de site bem-sucedido

Agora que você conhece as seis dicas para ajudá-lo a otimizar o funil de conversão do seu site, vamos dar uma olhada nas melhores práticas.

Otimize suas landing pages

O objetivo da sua landing page é fornecer o máximo de informações possível de maneira clara e concisa. Ela deve ter um call to action bem colocado para direcionar seus clientes para a conversão. Sua chamada para ação deve estar acima da dobra da sua landing page, pois a rolagem desnecessária custará conversões.

A Care.com usa um call to action otimizado para sua landing page Fonte: The Daily Egg
A Care.com usa um call to action otimizado para sua landing page Fonte: The Daily Egg

No exemplo acima, a copy informa ao usuário tudo o que ele precisa saber sobre o serviço. O cliente não perderá o botão de CTA porque ele se destaca do resto da página. Na verdade, é provavelmente uma das primeiras coisas que ele vê.

Você deve incluir informações mais detalhadas sobre o serviço na parte inferior da página, para os clientes que desejam mais informações antes de clicar no call to action. O objetivo da informação deve ser convencê-lo a clicar no call to action e levá-lo para a próxima etapa do processo de conversão.

Adicione fortes call to actions

Um call to action sólido começa com um comando. O comando, no entanto, deve ser atraente, claro e não ambíguo. Um genérico “saiba mais” não é tão convincente ou empolgante quanto um “encontre empregos”, pois deixa o usuário confuso sobre o que acontecerá a seguir. Um bom call to action esclarece explicitamente para onde o botão levará o visitante.

A Moz usa palavras acionáveis para criar botões de call to action atraentes
A Moz usa palavras acionáveis para criar botões de call to action atraentes

O call to action acima começa com um comando (“Iniciar”) e indica claramente para onde levará o cliente. Eles são mais propensos a clicar porque o call to action se destaca na página com sua cor amarela contrastando com o fundo branco. Também não há confusão, e seu valor  é exposto.

Destaque as avaliações dos clientes

Como dito anteriormente, os melhores lugares para as avaliações dos seus clientes são suas páginas de vendas, landing pages, e-mails promocionais, entre outros. Seu posicionamento nas landing pages e páginas de vendas deve estar antes da dobra, mas não no elemento central; você quer que elas apoiem o conteúdo principal.

As imagens que você deve usar devem ser da pessoa que está fazendo a avaliação. Idealmente, você também deve ter informações de apoio como endereço de e-mail, conta do LinkedIn e site. A ideia é dar credibilidade à elas, pois os clientes são menos propensos a confiar nas avaliações com apenas o primeiro nome.

Aqui está um exemplo de uma avaliação para o WordPress.

Use avaliações dos clientes para otimizar o funil de conversão do seu site Fonte: Right Central
Use avaliações dos clientes para otimizar o funil de conversão do seu site Fonte: Right Central

A avaliação é crível, pois tem uma imagem da pessoa que fez, o nome completo e um link para um site. É muito mais provável que os clientes confiem nessa avaliação do que em uma sem imagem e site do “Sr. Smith.”

Agora, aqui está um exemplo de um bom posicionamento de avaliações de clientes em uma landing page:

Destaque os depoimentos de especialistas para otimizar sua landing page Fonte: Unbounce
Destaque os depoimentos de especialistas para otimizar sua landing page Fonte: Unbounce

Os depoimentos dos clientes são colocados logo acima da dobra e logo abaixo da seção “O que diabos é um Sticky?”. Esse local é estratégico, pois um visitante do site irá desejar ver as avaliações dos clientes antes de se comprometer com uma compra. Ao colocar os depoimentos na mesma página que o CTA, o usuário permanecerá na página em vez de procurar avaliações em outro lugar.

Colete e analise dados do usuário

Coletar e analisar dados do usuário permite que você veja como eles navegam em seu site. Você pode usar essas informações para melhorar o funil de conversão do seu site e evitar que os clientes o abandonem.

Você precisa começar mapeando a jornada do cliente para fazer isso. Depois de conhecer a jornada que eles percorrem para chegar ao final do seu funil, você pode analisar os dados dos usuários.

Você pode começar no ponto final observando sua análise de carrinho de compras. Analise os dados para ver se é a etapa do custo de envio no estágio do carrinho de compras que está espantando os clientes. Se muitos usuários abandonarem seu funil neste estágio, pode ser uma boa ideia reduzir ou remover seus custos de envio.

Olhe para a sua landing page também. Os usuários estão desistindo antes de seguir o call to action? Nesse caso, você pode querer melhorá-lo. Outro estágio crítico a ser analisado são as páginas dos seus produtos. Se os usuários seguirem o funil até a página do produto e depois desistirem, pode haver problemas nelas. Talvez elas pareçam desatualizadas ou não haja informações suficientes sobre o produto.

Imagens de baixa qualidade também podem ser o problema.

Simplifique o processo de checkout

Como já mencionamos, o processo de checkout é uma etapa crucial que precisa ser certa para você converter. Os clientes esperam que ele seja rápido e fácil. Eles também querem ter certeza de que ele é seguro e que sabem exatamente pelo que estão pagando.

Você pode simplificar o processo seguindo essa simples forma:

  • checkout;
  • detalhes da entrega;
  • detalhes do pagamento;
  • confirmação.

Além disso, é uma boa ideia evitar sobrecarregar os compradores com ofertas especiais no checkout: mantenha-o simples. Os clientes também esperam opções como Apple e Google Pay, portanto, incorporar esses sistemas ajudará a simplificar o processo.

A Asos é um excelente exemplo de site com um processo de checkout simplificado. Se você quiser comprar algo, o primeiro passo é fazer login ou criar uma conta, caso ainda não tenha uma. A Asos simplifica até mesmo essa última etapa, porque se você não quiser criar uma conta, basta fazer login em qualquer uma das suas redes sociais:

 

 

A Asos usa opções de login por redes sociais para aprimorar seu processo de checkout
A Asos usa opções de login por redes sociais para aprimorar seu processo de checkout

Uma vez logado, tudo o que você precisa fazer é selecionar o país de entrega e os códigos promocionais, se houver. Depois é só adicionar seus detalhes de pagamento.

A Asos usa um processo de checkout simplificado para apromorar o funil de conversão do seu site
A Asos usa um processo de checkout simplificado para apromorar o funil de conversão do seu site

O processo é simples e contém apenas as informações necessárias. Os detalhes de pagamento têm todos os elementos de confiança necessários. O usuário também pode ver o que está pedindo no lado direito.

Conclusão

A otimização do funil de conversão do seu site garante que todas as etapas funcionem bem e funcionem juntas. Quando ele estiver totalmente otimizado, seus clientes terão uma jornada fácil da landing page ao checkout.

Comece analisando seus elementos de confiança, como selos de confiança e integração de redes sociais, para que os clientes confiem em seu site. Use uma prova social, como avaliações e depoimentos, para garantir que eles confiem no produto. Você também precisa definir metas claras no Google Analytics para acompanhar o progresso e minimizar as etapas tomadas para usabilidade. Identificar e corrigir zonas de desistência também é crucial.

Existem boas práticas que você deve seguir também.

Otimize suas landing pages, pois essa é a primeira coisa que o cliente vê. Ter fortes call to actions irá afunilá-los para a próxima etapa. As avaliações dos clientes ajudam no processo, inspirando confiança no produto e no seu negócio. Além disso, um processo de checkout simplificado é fundamental; seus clientes esperam que ele seja fácil. Mas certifique-se de coletar e analisar os dados de usuário para entender como eles estão usando seu funil de conversão.

Mas não otimize-o apenas uma vez e dê por terminado. O que faz um funil de conversão eficaz é mudar constantemente. Isso significa que você precisa monitorá-lo para otimizá-lo. Boa sorte!

Posts por categoria